AUTORHugo Gil

top Verdes

De uma entrevista de Bruno de Carvalho a um ex-presidente do Sporting a gerir o Novo Banco. Eis o perdão de 94 milhões ao Sporting

O escândalo continua sem ninguém vir a público mostrar a sua indignação. Ou é tudo do Sporting e pelos vistos podem continuar a perdoar a divida de um clube com o nosso dinheiro ou então não se percebe tanto silêncio.

A 3 de janeiro de 2017, Bruno de Carvalho dava um entrevista ao jornal do Sporting, Record, onde abordava o tema das VMOC´s. Qual é o espanto que o presidente do Sporting diz que vai resgatar 40 milhões. Coincidência, 40 milhões é o que eles hoje vão resgatar sendo que o resto, cerca de 94,5 milhões de euros, são perdoados.

Mais tarde, cerca de 8 dias depois, o ex-presidente do Sporting, torna-se administrador do Novo Banco.

O resto já você sabe. Sporting recebe um perdão de divida num valor de 94,5 milhões de euros.

VER MAIS
IMPRENSA Modalidades top VOLEIBOL

A propaganda pura da comunicação social

3 de Junho de 2013. A Bola faz capa sobre os 10 milhões de problemas do Sporting. Um dia antes FC Porto e SL Benfica haviam disputado uma final europeia de hóquei que o SL Benfica venceria após golo de ouro. O primeiro principal título europeu de hóquei era então comquistado pelo Benfica numa final disputada em solo português entre duas equipas portuguesas. Era a primeira Liga Europeia para um clube nacional em muitos anos.

Hoje, dia 2 de Maio de 2018 o mesmo jornal faz uma capa dedicada à conquista do Sporting no campeonato nacional de Voleibol.

Um exemplo de como a comunicação social deste país serve interesses de terceiros. Não está errada a capa que o jornal A Bola fez para hoje, estava isso sim errada a capa a 3 de Junho de 2013. Exige-se isenção e menos fanatismo.

VER MAIS
top Verdes

PERDÃO DE 94 MILHÕES DE EUROS AO SPORTING . NOVO ESCÂNDALO EM PORTUGAL

Agora à hora do almoço, nos telejornais habituais assistimos a duas reportagens (uma na SIC e outra na RTP) em directo com entrevistas e tudo aos “lesados do BES” que se manifestavam junto da sede do Novo Banco no Porto, e onde muitos reivindicavam os milhões que perderam, não nas VMOC`s mas no papel comercial.

Seria expectável que algum dos lesados se lembrasse de trazer à baila novo o perdão de milhões ao Sporting por parte do Novo Banco, para que novo empréstimo obrigacionista de 60 milhões seja concedido em Novembro. A fartar vilanagem continua aos olhares do povo português sem que a justiça lhes mova uma palha que seja!

Mas não, ninguém aflorou o tema. Tudo se passou afinal como em 2012, 2013 e até ainda em 2014, quando já muitos sabiam onde estavam alguns dos ladrões do século, mas ninguém dava a cara e algumas das figurinhas deste país, como o Cavaco, ainda se deram ao desplante de recomendar aos portugueses que fossem ao último aumento de capital do BES, que ocorreu em Junho 2014, deixar lá mais uns euritos, porque se tratava duma Instituição sólida. E depois em Agosto aconteceu aquilo que todos sabemos.

Mas como a comunicação social faz-se surda e muda, temos que ser nós a dar voz à indignação, antes que seja tarde demais. Conclusão, ou os lesados do BES são todos do Sporting ou então andam muito distraídos. Mais, o Novo Banco já emprestou 18 milhões de euros ao Sporting numa altura em que o Estado foi obrigado a injectar capital no banco.

VER MAIS
top Verdes

ESCÂNDALO: Banca perdoa 94,5 milhões de euros ao Sporting

É bem visível para todos que é o Benfica que manda em tudo e até nos bancos. Enquanto o Benfica usa as suas receitas para pagar a sua divida bancária, que tanto custou a pagar devido aos juros altos, o Sporting negociou um novo acordo de reestruturação financeira onde a banca perdoa 94 milhões de euros ao clube verde e branco.

A recompra das VMOC (Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis) será feita até 2026 não por 135 milhões de euros, quantia correspondente às emissões de VMOC feitas desde 2011 (55 M€+80 M€) e que foram financiadas pelos bancos parceiros, mas por 40,5 milhões de euros, ou seja, por 30% do montante investido pelas duas instituições de crédito. Dito de outra forma, os bancos aceitaram vender ao Sporting, por 30 cêntimos cada, VMOC (que seriam convertidos em ações da SAD) que custaram 1 euro por unidade; entre os 135 milhões que pagaram e os 40,5 M€ que vão receber estão… 94,5 milhões de diferença.

Para além deste escândalo que é perdoar 94,5 euros, isto para não falar nos juros que não pagam, A SAD do Sporting avançará em novembro com uma emissão obrigacionista que pode realizar um encaixe máximo de 60 milhões. Ou seja, ainda conseguiram alongar o pagamentos do obrigacionista de 30 milhões de euros tendo um aval dos bancos para fazer um de 60 milhões de euros.

VER MAIS
top Verdes

O querido Presidente da Liga de Clubes participa em acções de campanha para as eleições nos clubes amigos

Pedro Proença, Presidente da Liga de Clubes, marcou na noite desta sexta-feira presença numa ação de esclarecimento do candidato da Lista A, Pedro Faria, à liderança do Varzim, que se realizou na sede da Juvenorte.

Proença esteve na campanha de um candidato à presidência de um clube porque é amigo de Pedro Faria e até teve direito a discurso.

“Estou aqui na condição de amigo do Varzim(claro, também anda por alvalade) e, fundamentalmente, do presidente Pedro Faria”, sublinhou Proença. “O Varzim, desde que estou na Liga, nunca teve um problema de incumprimento. Felicidades a todos, mas, a bem do Varzim, gostaria que o Pedro Faria conseguisse os seus objetivos”, vincou Proença.

Assim se ganham votos para continuar à frente da liga. Indo às campanhas dos amigos.

VER MAIS
Futebol top

Luís Bernardo: “Quem é que foi o porta-voz desse roubo? O diretor de comunicação do FC Porto”

O caso dos e-mails também foi analisado na BTV por Luís Bernardo, o qual pede uma atuação da Justiça perante “um crime”.

“Vejamos o que está em causa: houve ou não houve um roubo de toda a correspondência privada do Benfica dos últimos 10/11 anos? Houve, ninguém tem dúvidas! Quem é que foi o porta-voz desse roubo? O diretor de comunicação do FC Porto foi a primeira pessoa a aparecer, no Porto Canal, a relatar o conteúdo do teor de alguns emails, o que é um crime. Também temos assistido a blogues afetos ao FC Porto e ao Sporting a divulgarem sistematicamente essa correspondência, alguma de teor pessoal. Eu pergunto: para as fontes da justiça não há nada de suspeito nesta situação?”, questionou, indignado, o diretor de comunicação do Benfica, lembrando a quem poderia interessar este roubo:

“As evidências são óbvias, só não vê quem não quer. A quem interessava o roubo? De repente, aparece como porta-voz desse roubo o diretor de comunicação do FC Porto. Posteriormente, ao longo de todo este tempo, assistimos a blogues afetos ao FC Porto e Sporting a divulgar essa correspondência privada. Isto acontece por acaso? Mas estamos a brincar? Ninguém percebe? O Gabinete de Crise foi criado para que uma instituição como o Sport Lisboa e Benfica se possa defender com total transparência”.

A ideia de união entre os rivais para prejudicar o Benfica foi depois reforçada: “Todo este ambiente surge numa fase histórica em que o Benfica acabava de ganhar o tetracampeonato, sendo também o clube mais sólido a nível financeiro. O FC Porto está intervencionado pela UEFA, o Sporting está com dificuldades para pagar um empréstimo obrigacionista e por meio de uma análise rigorosa à sua contabilidade percebe-se que há ali o risco de insolvência. Em termos de infraestruturas de futuro, o Benfica tem uma série delas programadas. O Sporting não tem, procura ganhar o próximo Campeonato para salvar uma situação caótica. Tudo isto levou, como se sabe, a uma espécie de união de esforços entre aqueles clubes. E os factos vêm demonstrar que há aqui um nexo de relação.”

VER MAIS
Futebol top

11 inicial para o jogo com o Tondela

SL Benfica e Tondela medem forças na 32.ª jornada da Liga NOS, na Luz, num jogo da segunda volta da principal competição nacional.

O desafio tem início agendado para as 18h15 na BTV e este é o 11 inicial

Varela, André Almeida, Rúben Dias, Luisão, Grimaldo, Samaris, Pizzi, Zivkovic, Cervi, Rafa e Raúl.

VER MAIS
Futebol top

Ameaça de bomba junto ao hotel onde ficou a equipa do Benfica

Uma ameaça de bomba no hotel onde está instalada a equipa do Benfica, em Linda-a-Velha, Oeiras, obrigou à intervenção da PSP ao final da manhã deste sábado.
De acordo com fonte da PSP de Lisboa, o alerta foi dado pelas 11h30, após uma chamada que dava conta de uma explosão iminente no hotel Solplay.

A PSP acionou então os meios adequados e, em colaboração com responsáveis da unidade hoteleira, efectuou uma vistoria nas instalações. O efectivo acabou por ser desmobilizado uma vez que não foi encontrado nada suspeito e a situação regressou à normalidade.

VER MAIS
IMPRENSA top

Como desmontar mais uma mentira do Expresso sobre as denuncias anónimas

Primeiro gostaria de partilhar convosco a parte da denuncia que está a incomodar o jornal Expresso.

“Ao mesmo tempo, reforçou-se a informação transmitida ao jornalista Pedro Candeias do Expresso, que passou a receber informação de uma pretensa fonte da Polícia Judiciária que se assumiu desde o primeiro momento como fazendo parte da equipa central de investigação em Lisboa — o tal elemento com ligações ao FCP, atrás referido – e que deu origem às sucessivas notícias que o Expresso tem publicado (sempre citando fontes da PJ) que fala de toupeiras do SLB no Ministério Público e que dá, pela primeira vez, voz à tese de que existia uma estratégia do SLB para dominar o futebol português.

Apesar de ter inicialmente suscitado duvidas ao FCP, porque tinham informação de que Pedro Candeias seria simpatizante do SLB, rapidamente o diretor de comunicação do SCP tranquilizou garantindo que tinha absoluto domínio sobre o seu trabalho e que ele tinha um ódio de estimação ao presidente do Benfica e uma forte ligação pessoal a Bruno de Carvalho”. Pode ver a denuncia toda aqui

Hoje o Expresso decide lançar mais uma notícia que demonstra que estão desesperados e sem saber como reagir. O jornal deixou de informar para ser um veiculo de ataque ao Benfica. Basta ver a alegada denuncia. Não vimos o mesmo jornal a falar das acções contra o Sporting e FC Porto e muito menos vimos a notícia sobre o suposto adiamento do pagamento do empréstimo obrigacionista do Sporting.

Há meses que nós andamos a ouvir que os jogos do Benfica estão a ser investigados. Mas parece que está dificil de encontrar alguma coisa. No video abaixo posso deixar umas dicas. Aqui encontram de certeza.

 

Mas a notícia de hoje está cheia de mentiras.

1. Pelo que se sabe, a denúncia da rede tem data de 23 de fevereiro deste ano….não é do dia anterior.
2.Escrevem que estão desconfiados que as denuncias são um produto do Gabinete de Crise do Benfica. Ora esse Gabinete em fevereiro infelizmente ainda não existia.

“Seja quem for, não iremos perdoar a ninguém. Acabou a paródia instalada neste País à conta do Benfica. Venderam-se muitos jornais, tiveram muitas audiências, mas a partir de segunda-feira o Benfica tem um gabinete de crise montado para responder a todos estes ataques, venham de onde vierem. É inconcebível o que fizeram à marca do Benfica“, enfatizou Luís Filipe Vieira na noite do dia 10 de março de 2018.

3. Não foi a BTV que revelou os nomes dos membros da Teia. Muito antes esses nomes já constavam em diversos blogues. Aliás, eu retirei esses nomes de um blog e coloquei aqui.

Eis um blog de uma pessoa que até critica a direcção do Benfica. Blog onde escreve Rui Gomes da Silva(isto para não dizerem que o Benfica mandou o blog publicar algo).

E é claro que escrever 160 jogos investigados só confirma que vale tudo para tentar desestabilizar o Benfica. Mas há tantos meses que é dito isto que ainda não encontraram um jogo. Segundo a SIC, até pode haver jogadores envolvidos. Eu dou uma dica.

Um falhou de baliza aberta e o outro chutou para um canto que valeu o empate.

Mas se não for pedir muito, até que poderiam também investigar o AR do estádio do dragão. Longe de mim acusar os jogadores de algo. Acho que o problema está mesmo no ar que se respira.

VER MAIS
Futebol IMPRENSA Sem categoria top

Benfica emite comunicado arrasador sobre o jornal Expresso

A Sport Lisboa e Benfica SAD lamenta e repudia que o Jornal Expresso na edição deste sábado, num artigo e editorial da sua Direção sob o título “O Expresso e as investigações ao Benfica”, em diversos momentos minta e deturpe factos, designadamente sobre a origem e as datas da divulgação pública de recentes denúncias anónimas.
Diz o Expresso que “o canal de televisão do Benfica noticiou uma denúncia anónima entregue na véspera sobre um alegado plano contra o clube orquestrada por clubes rivais, com a conivência do sistema judicial e a participação de jornalistas”.

Essa informação é falsa. Basta consultar essa denúncia, que circula em diversos blogues, para verificar que ela tem a data de 23 de fevereiro, e tendo sido supostamente endereçada a diversas entidades, um trabalho jornalístico minimamente sério teria levado o Expresso a contactar essas entidades, para confirmar o recebimento, a data e desde há quanto tempo tinham conhecimento dessa denúncia anónima.

De facto, nessa data nem sequer existia o denominado “Gabinete de Crise” criado pelo Sport Lisboa e Benfica, o que só por si faz cair por terra toda e qualquer insinuação de estar na origem dessa denúncia e torna ilegítima qualquer ligação desse teor.

Segunda mentira do Expresso: diz em editorial que, “na peça da BTV, o Benfica revela o que ninguém escrevera, identificando nomes de jornalistas alegadamente envolvidos no plano”. Essa informação é falsa. O conteúdo e nomes envolvidos nessa denúncia já eram públicos, horas antes de serem divulgados na BTV, quer nas edições online de diversos órgãos de comunicação social generalistas, quer em inúmeros blogues e sítios da internet. E o nome do jornalista do Expresso que consta nessa denúncia, Pedro Candeias, é sobejamente conhecido e objeto de permanentes críticas por parte dos milhares de Benfiquistas que participam nos mais diversos espaços de opinião pública, tendo em conta a permanente campanha de notícias negativas que faz sobre o clube Tetracampeão. A única diferença é que nenhum conteúdo divulgado pela BTV resultou da prática de um crime ou da violação do segredo de justiça.

Se o Expresso visa condicionar o livre trabalho dos canais informativos do Sport Lisboa e Benfica com campanhas orquestradas de pretensos crimes e investigações em curso, desengane-se. E menos conseguirá montando toda uma narrativa baseada em insinuações, falsidades óbvias e factos intencionalmente deturpados.

Nenhum responsável da Sport Lisboa e Benfica SAD faz denúncias anónimas. Pelo contrário, o que fazemos é público e em legítima defesa através da competente interposição de ações contra os responsáveis dos diversos crimes cometidos contra a nossa instituição. A saber, roubo e divulgação pública da nossa correspondência privada e queixas-crime contra incertos mormente as alegadas “fontes da Justiça” que têm alimentado todo o tipo de especulações jornalísticas.

De facto, a notícia do Expresso parece confirmar a inaceitável suspeita sobre a persistência com que “fontes judiciais” se convertem em “fontes jornalísticas”, as sistemáticas violações do segredo de justiça e o conluio e patente intimidade que manterão com os autores das notícias, que, candidamente, noticiam os respetivos estados de alma, processos de intenção, teses e teorias sobre a investigação e mesmo opiniões anónimas sobre a atualidade, pondo assim em causa o meritório esforço que está a ser desenvolvido pela Procuradoria-Geral da República e Direção Nacional da Polícia Judiciária para se acabar com essas reiteradas violações do segredo de justiça.

O que causa perplexidade é ver o Expresso numa obediência a uma estrutura especializada em atividade criminosa, mas sobre isso terá oportunidade para se justificar nos tribunais.
A Sport Lisboa e Benfica SAD reitera a sua total tranquilidade sobre uma pretensa investigação a todos os jogos realizados nestas últimas 5 épocas, conforme relata a citada notícia. Vitórias obtidas com todo o mérito e verdade desportiva, conforme reconhecido por todos os nossos adversários no campo e pela cobiça feita sobre os nossos técnicos e jogadores, sendo que estes últimos brilham nas principais competições internacionais.

Uma investigação que, a ser verdade, naturalmente deverá ser alargada a todos os jogos dos nossos rivais, e num espaço temporal de pelo menos as duas últimas décadas.

A Sport Lisboa e Benfica SAD desde a primeira hora pediu, e tem colaborado intensamente com as autoridades judiciais, para que tudo se investigue em prol do cabal esclarecimento de todas as questões, e está certa que, nos locais e momentos próprios, a justiça será feita contra quem efetivamente tem cometido diversos crimes contra a nossa instituição.

Estamos numa fase decisiva da época desportiva, em que o Sport Lisboa e Benfica luta por conseguir um objetivo que nunca conseguiu na sua história, depois de pela primeira vez ter conquistado um Tetra, a obtenção do Penta.

Vivemos uma fase da nossa história de grande afirmação desportiva, com uma situação de grande solidez financeira e com um plano de futuro assente num elevado esforço de construção de uma nova geração de infraestruturas.

Nenhum esforço de desestabilização nos fará desviar deste caminho.

E muito menos através do crime organizado e do cibercrime de que temos sido vítimas, misturados com notícias encomendadas e sustentadas em factos falsos.

VER MAIS
Futebol top

Nuno Almeida apita o Benfica pela 2ª vez

Nuno Almeida, árbitro da AF Algarve, foi nomeado pelo Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol para apitar o Benfica-Tondela da 32.ª jornada da Liga NOS, às 18h15 deste sábado no Estádio da Luz.

O juiz do encontro vai ter António Godinho e Paulo Ramos como assistentes e António Nobre no papel de quarto árbitro.

videoárbitro (VAR) será Vítor Ferreira e o assistente (AVAR) Valdemar Maia.

VER MAIS
Azuis Sem categoria top

Deputado do PS, Tiago Barbosa Ribeiro, responde a Hugo Gil revelando amizades que ele tentou esconder. Vou revelar mais umas coisas

Uma vez que o deputado substituto, Tiago Barbosa Ribeiro() me bloqueou, demonstrando que é uma pessoa pusilânime e bastante democrata, terei de lhe dar resposta noutro formato. Eu sei que é chato que tenha de me citar, mas é a imprensa que temos. Completamente comandada pelo Benfica.

O deputado do Partido Socialista classificou a pagina de “lixo digital”. Devo agradecer tamanho elogio de uma pessoa que vive à nossa conta. Não vou lavar roupa suja e vou partir para mais factos que deixaram aqui na “lixeira”.

O deputado Tiago Barbosa Ribeiro já passou o estado da negação, depois de ter revelado algumas coisas embaraçosas. Digo embaraçosas porque o deputado que agora diz, “sou amigo do Pedro Bragança. Eu próprio publiquei fotografias com ele”, é o mesmo que apagou todas as fotos com o autor do Baluarte dragão, conforme podemos ver no seu Facebook. Primeiro apaga, é descoberto e lá tem de usar a táctica das meias verdades para convencer o “eleitorado”.

Este é o Deputado que foi para a Assembleia da Republica como substituto. Como é agarrado ao poder, depois do regresso do anterior deputado, recusou-se a ceder o lugar que era do outro por direito. Mas há mais.

“limito-me a apoiar o meu clube no meu lugar no meu estádio, pago por mim e pelas minhas quotas”, diz o deputado do PS no Facebook no dia 26 de abril.

“Vão encontrar várias fotografias em estádios a apoiar o FCP, o meu clube que acompanho comprando o bilhete como qualquer sócio. Estarei no sítio onde estão os adeptos”, escreve o deputado do PS no Twitter um dia depois.

Então mas não tem o seu lugar cativo no estádio? Enganou-se!!! Foi como as fotos que apagou.

Fora do futebol, Tiago Barbosa Ribeiro, foi acusado de estar por detrás da página de Facebook do seu amigo Pedro Bragança, “Os truques da imprensa portuguesa”. No vídeo abaixo um ouvinte desmascara “a brincadeira” chegando a irritar Pedro Bragança.

Fazendo umas pesquisas encontramos duas informações importantes. Um grande elogio à página gerida pelo amigo Pedro Bragança onde comprova o que o ouvinte denunciou no programa. “Depois, há que elogiar a forma como conseguem estar em cima do acontecimento. Ontem às 23.36, quando muitos já dormem, os autores da página estavam atentos à sua feed do Facebook e, apenas 1 minuto depois de o deputado Tiago Barbosa Ribeiro ter publicado um texto longo (que demora mais de 1 minuto a ler), já eles o estavam a publicitar na sua página. Os grandes guerreiros não dormem e estão sempre atentos ao que escrevem os deputados da nação, mesmo às onze e meia da noite.

Mas a devoção dos autores da página pelo deputado Tiago Barbosa Ribeiro é merecida. Afinal, logo em Outubro de 2015, nos primeiros dias em que a página apareceu no Facebook, quando ainda pouca gente os conhecia, já Tiago Barbosa Ribeiro os acompanhava” Informação retirada daqui. Veja bem quem mete “like” em todas as publicações.

Screen Shot 2016-05-19 at 11.54.09 AM

Screen Shot 2016-05-19 at 11.53.59 AM

Screen Shot 2016-05-19 at 11.53.44 AM

Outra das informações é o próprio autor da página “Os truques da imprensa portuguesa” e “Baluarte Do Dragão” diz: “Fui candidato à Assembleia Municipal de Gondomar e (esta parte parece desconhecer) fui eleito. Foi na qualidade de independente que Isabel Santos, então candidata, me convidou para integrar a lista do PS. E só um objectivo podia convencer-me: integrar uma frente ampla que derrotasse ou, pelo menos, desse algum trabalho a Valentim Loureiro. Foi isso que fiz enquanto pude e até ao limite das minhas possibilidades”, escreveu Pedro Bragança no Facebook.

Segundo o Baluarte, foi candidato independente, mas também é verdade que pertenceu ao PS, partido no qual pertence o deputado substituto Tiago Barbosa Ribeiro.

Conclusão:

O Benfica limitou-se a citar o Jornal i assim como uma denuncia anónima que foi publicada na imprensa. “O Benfica decidiu acusar-me de fazer parte de uma “rede” do FCP para “destruir a hegemonia do clube”, envolvendo deputados, juízes, agentes policiais, jornalistas, etc. Fê-lo no site oficial e na BTV, com direito a fotografia e tudo”. Isto que disse o deputado é mentira.

O deputado não conhecia nem lidava com as pessoas do FC Porto “na sua maioria” mas apagou fotos com o seu amigo Baluarte porquê? Depois de descoberto confessou.

Fazendo mais uma investigação e com os facto já aqui relatados, o deputado do PS gosta muito da página “Os truques da imprensa portuguesa” desde o início. O nexo de casualidade deve ser muito forte ou então é as amizades. Já os outros deputados, amigos de Bragança, não tiveram o mesmo modus operandi de Tiago.

Ficámos também a saber que foi para AR substituir um colega e que se recusou a sair do poleiro. E quanto à história dos 20 militantes com a mesma morada, que fizeram um acordo para não irem a julgamento, segundo o JN, é com surpresa que vejo que o deputado diz que não tem nada com o assunto, mas o que é certo é não só mentiu como ainda teve a lata de falar em desespero. Mas pelo numero de tweets, percebe-se quem está incomodado com o que aí vem.

A minha dúvida é: Devo esperar que o Partido Socialista limpe o “lixo acumulado” ou continuarei a dizer que aquilo fede para os lados do deputado substituto?

VER MAIS
Futebol top

Convocados para o jogo com o Tondela

Rui Vitória, treinador do Benfica, revelou a lista de convocados para o jogo com o CD Tondela, da 32.ª jornada da Liga NOS.

O início do desafio está marcado para as 18h15 de sábado, no Estádio da Luz.

LISTA DE CONVOCADOS

Guarda-redes: Svilar e B. Varela;

Defesas: Grimaldo, Luisão, Douglas, Eliseu, Jardel, André Almeida e Rúben Dias;

Médios: Fejsa, Samaris, Zivkovic, Salvio, Pizzi, Cervi, Rafa, Keaton Parks, Diogo Gonçalves e João Carvalho;

Avançados: Raúl e Seferovic.

VER MAIS
Azuis top

Vídeo: Como desmontar uma mentira de um deputado do FC Porto alegadamente associado à Rede para destruir o Benfica

Segundo a denuncia reproduzida pela comunicação social, o ex-militante do Bloco de Esquerda e atual deputado do Partido Socialista, Tiago Barbosa Ribeiro, foi associado a uma Rede do FC Porto que visa destruir o Benfica.

Como vaidoso que é, o deputado que segundo a imprensa, mentiu sobre o escândalo dos 20 militantes, veio a publico gritar aos 7 ventos que é mentira e que vai processar o Benfica por tal calunia. Diz ele, que “a acusação é tão disparatada que nem mereceria resposta. Escreve que “limita-se a apoiar” o seu clube e que “não conhece a maioria das pessoas que são referidas pelo Benfica”. Diz ainda que “nunca falou com o director de comunicação do FCP, nunca recebeu nem trocou qualquer informação por qualquer meio” e que “nunca se reuniu” com alguém dos mencionados. Então veja isto.

No programa prova oral da Antena 3, o autor do Baluarte Dragão, tenta justificar a foto com o deputado Tiago Barbosa Ribeiro.

“Ai isso eu não sei de nada. Eu tenho uma fotografia com o Tiago Barbosa Ribeiro no meu perfil, uma fotografia que eu encontrei à porta do estádio do Rio Ave. Mais do que isso não sei(riso)”, disse outro elemento que está na alegada rede para destruir o Benfica.

A tal fotografia

A mentira tem perna curta e Tiago Barbosa Ribeiro já foi apanhado mais que uma vez. Mas diz você que é só uma foto e podem nem ser amigos. Então veja mais estas.

No vídeo constou que o que o ouvinte disse, era verdade. As fotos acima publicadas são prova disso. O autor do Baluarte do Dragão tentou desvalorizar o assunto dizendo que não tinha conhecimento. Mas quanto a esse, já sabe de que tipo de indivíduo estamos a falar.

Já o deputado do PS, Tiago Barbosa Ribeiro, mostrou que no seu comunicado mentiu. Todas estas fotos são factos que não podem ser negados.

Fora do futebol podemos recordar a polémica que foi o assunto dos 20 militantes do PS com a mesma morada. Segundo o JN, 20 militantes da Federação Distrital de Coimbra do PS cometeram crimes de falsificação de documento, no preenchimento de fichas de filiação no partido. Eis o que disse o deputado do PS, Tiago Barbosa Ribeiro, ao Observador:

“Conheço essa história e na altura foi devidamente desmentida. Não é nenhuma coincidência. É uma situação absolutamente falsa. São as consequências laterais de quem trabalha politicamente. Os aparelhos nem sempre são coisas saudáveis e existem, infelizmente, alguns ataques. Na altura foi solicitada inclusivamente uma listagem com essas moradas que nunca apareceu”, disse o deputado do PS a 24 de abril de 2016.

Meses antes, a 29 de janeiro de 2016, sai uma notícia no JN onde diz que  os “Militantes do PS fazem acordo para fugir a julgamento”. Se fazem acordo é porque havia provas ou não?

Conclusão: Mentiu ao dizer que não conhece estas pessoas e mentiu quando disse que o escândalo dos 20 militantes era falso, quando meses antes, os acusados fizeram o acordo para fugir ao julgamento.

Quando o assunto futebol, politica e vaidade se juntam, só pode dar problemas para os intervenientes.

– E agora deputado substituto vaidoso? Vais continuar a negar?

VER MAIS
Futebol top

Benfica apresenta mais queixas em tribunal

João Correia, porta-voz da equipa de avogados do Clube, explica que a indemnização de 17,7 milhões de euros exigida ao FC Porto configura somente um dos muitos procedimentos judiciais a acionar até ao verão, porque “nada será esquecido”.

Tornada pública nesta semana, a indemnização de 17,7 milhões de euros reclamada pelo Benfica ao FC Porto, por violação das regras de concorrência leal, “é apenas o primeiro passo notório de uma longa marcha com vista a punir todos aqueles que de forma muito leviana atacaram o Clube em todas as suas vertentes”.

A posição é assumida por João Correia, porta-voz da equipa de advogados do Benfica, em declarações exclusivas ao Site Oficial.

“Isto é apenas o princípio de uma procissão que ainda nem sequer saiu do adro. Todos aqueles que ofenderam e atacaram o Benfica nas mais diversas vertentes (desportiva, moral, económica, empresarial, imagem, honra, dignidade, etc.) vão ser judicialmente acionados, não há dúvidas sobre isso”, reforça o advogado.

João Correia detalha o enquadramento do pedido de indemnização revelado nos últimos dias. “Diz respeito exclusivamente às questões de violação das regras da concorrência entre instituições, neste caso sociedades anónimas desportivas. O que se passa é uma ação de indemnização que decorre da providência cautelar deduzida a favor do Benfica e que visa reparar os danos decorrentes da violação das regras de concorrência entre as duas SAD, isto é, os danos provocados pela SAD do FC Porto à SAD do SL Benfica”, explicita o causídico.

João Correia
“ALGUMAS SURPRESAS SURGIRÃO…”
Um por um, “todos aqueles que atacaram e atacam o Benfica de forma vil serão devidamente acionados”, garante João Correia, assegurando que “nada será esquecido”. Até ao verão, admite-se nesta altura, “tudo o que é para acionar, será acionado”. “As repercussões são a curto, médio e longo prazo. Quem semeou ventos vai ter de colher tempestades. Vai ser muito notório, mesmo. E não sei se será apenas a nível nacional”, acrescenta o porta-voz da equipa de advogados.
“O Benfica é uma instituição muito especial, que não pode estar sujeita a este tipo de vexames inventados e fabricados. Tudo é feito com quartas e quintas intenções, e nós vamos atingir as intenções todas. Vamos ver quem está por detrás, algumas surpresas surgirão necessariamente. Não vou dizer o quê, nem quem faz, nem contra quem faz. A única coisa que podemos afirmar é que todos aqueles que perseguiram o Benfica de forma vil serão acionados judicialmente”, sublinha João Correia.
O sigilo e a estratégia determinam os limites da objetividade do conteúdo da informação aqui enunciada pelo advogado do Benfica sobre as “ações de vária natureza” que estão em andamento. “Nada ficará para trás, nada será esquecido, tudo será responsabilizado. Essa é a certeza que temos”, afirma João Correia. “Estamos a trabalhar todos nesse sentido e as coisas aparecerão na altura própria. Não fazemos pré-avisos sobre a natureza das ações que vamos pôr ou dos procedimentos criminais que vamos fazer, mas hão de aparecer, no momento próprio”, salienta o especialista jurídico.

VER MAIS
Azuis

Segundo denuncia anónima, FC Porto de tenta guarda-redes do Marítimo

Foi apresentada na passada quarta-feira, na página da Procuradoria Geral da República, Departamento Central de Investigação e Acção Penal, uma denúncia anónima, com o n.º 870/18, acusando o FC Porto de tentar corromper Amir Abed Zadeh, guarda-redes do Marítimo.

Na denúncia, a que imprensa teve acesso e em baixo transcreve, é igualmente referido um alegado contacto do FC Porto com o Marítimo para o acerto de uma dívida relacionada com Marega.

«Na semana passada o guarda-redes do Marítimo Amir Abed Zadeh foi abordado para receber 200.000 para facilitar contra o FC Porto. Premptoriamente o guarda-redes disse que não!
O guarda-redes não aceitou e neste momento o FC Porto, por intermédio de influências de terceiros, pressiona para que seja o Charles a jogar.
Charles é um guarda-redes referenciado por Nuno Correia, um agente conhecido de Matosinhos e amigo pessoal de Pedro Pinho, que mantém relações privilegiadas com o FC Porto e a sua estrutura.
Numa altura em que é conhecida a conjuntura atual do FC Porto, ainda paira uma dívida ao SC Marítimo de 1M do jogador Marega, os dirigentes do Marítimo foram abordados também pela estrutura do FC Porto para o acerto da dívida em falta, e consecutivo reconhecimento da mesma.
Marega é um jogador muito importante na estrutura do FC Porto, do qual só detém 60/prct, sendo 30/prct do Guimarães e 10/prct do empresário que é francês.
O FC Porto continua a utilizar o mesmo método para corromper tudo e todos, com o objetivo de ser campeão.
Estejam as autoridades atentas que mais se vai passar nestes dias.»

VER MAIS
Futebol

Jaime Antunes: “Vale tudo para que o Benfica não ganhe, para que o Benfica não fique mais forte”

Jaime Antunes atribui os sucessivos ataques de Sporting e FC Porto ao Benfica ao que considera ser a frágil e preocupante realidade financeira dos dois rivais do clube da Luz.

«Há uma luta, que eu diria de sobrevivência, da parte do FC Porto e do Sporting. E, nessa luta de sobrevivência, vale tudo», disse o antigo candidato à presidência do Benfica, na imprensa, aludindo à situação financeira de leões e dragões:

«O Sporting está insolvente, não tem dinheiro para cumprir com os seus compromissos a nível dos obrigacionistas. O FC Porto está supervisionado pela UEFA a nível das suas contas e, portanto, ao abrigo do fair-play financeiro.»

«Percebe-se que o FC Porto e o Sporting estejam numa luta de sobrevivência onde vale tudo para que o Benfica não ganhe, para que o Benfica não fique mais forte. Claramente, esta é que é a questão de fundo. Tudo o resto é folclore», argumentou Jaime Antunes.

VER MAIS
Azuis

EIS A DENUNCIA SOBRE A ESTRUTURA MONTADA PELO FCP QUE ENVOLVE MAGISTRADOS E QUADROS DA POLICIA JUDICIÁRIA

“Exmo senhores,

O que vimos denunciar é de enorme gravidade.

E fazemo-la de forma anónima, em defesa da nossa integridade física e por receio de represálias, tendo em conta o nível de ligações, inclusive ao setor da Justiça e da própria Policia Judiciária na estrutura informal criada.

A ESTRUTURA

Desde de Abril de 2017 que um grupo restrito de responsáveis do Futebol Clube do Porto se reúne semanalmente numa sala do Hotel AC Hotel Porto Marriot, em prol da concretização de um plano que visava destruir a hegemonia do SLB e criar uma rede que desse corpo a essa estratégia na justiça, nas forças policiais e nos media.
O surgimento desse projeto surgiu quando foi concretizada a possível compra da correspondência privada do SLB, os famosos emails, que foram entregues em três momentos distintos.

Denunciamos que dessa estrutura base fazem parte Adelino Caldeira (Administrador do FCP)Luís Gonçalves (Diretor Geral do FCP)Manuel Tavares (Diretor Geral do FCP Media)Francisco José Marques (Diretor de Comunicação do FCP), contando para a concretização da sua estratégia com os contributos do Juiz Conselheiro do STJ, José Manuel Matos Fernandes (Presidente da mesa da assembleia Geral do FCP) e os agentes da Polícia Judiciária do Porto, Monteiro Ferreira, Barba Rocha, Duarte Vaz e Faustino com um longo passado de colaboração com o clube.

Mais tarde para as redes digitais e montando os blogues que clandestinamente divulgavam os emails roubados ao SLB, a coordenação foi feita por um Grupo que integra o deputado Tiago Barbosa Ribeiro, Pedro Bragança (Baluarte dos Dragões) e Diogo Faria que utilizaram a sua rede de colaboradores para massificar essa informação. Quem também colaborou nessa estratégia digital foi a equipa liderada por Ricardo Pereira da empresa eComOn, curiosamente a empresa que gere plataformas do FCP e que está sediada em Lisboa.

Consolidada a estratégia, para reforço da sua promoção, comunicação e divulgação foi feita também a famosa reunião do Altis em Lisboa que juntou da parte da comunicação do FCP, Manuel Tavares e Francisco José Marques e da parte do SCP, o seu diretor de comunicação, Nuno Saraiva.

Nessa reunião foi partilhada a existência da vasta informação da correspondência privada do SLB e definiram-se timings, tendo ficado também definido que através das estruturas informais do SCP, existiria partilha de informação para criação de blogues, que também difundissem essa informação e que existisse cooperação de esforços para a concretização da estratégia de comunicação.

Da parte do SCP, toda a equipa das redes digitais seria liderada por João Duarte da empresa Youngnetwork, que gere diversos blogues associados à direção de Bruno de Carvalho e presta serviços para as diferentes plataformas de comunicação do SCP. Aliás é nesta empresa que trabalham os bloguers que têm criado os diversos domínios que têm difundido os emails roubados do SLB.

ESTRATÉGIA DE COMUNICAÇÃO

A estratégia de comunicação definida passou por diferentes fases e foi-se adaptando conforme as circunstâncias.

Mas ficou decidido que seria Francisco José Marques no Porto Canal a ser o ponta de lança e porta voz das denúncias, de forma a que passa-se nos media, existindo sempre pronto acompanhamento de reações por parte do diretor de comunicação do SCP. Analisados os dados e tendo em conta a colaboração da própria equipa da PJ, através dos nomes atrás identificados, foi decidido que:

a) Manuel Tavares pelo elevado conhecimento e alguma predominância sobre a direção e os jornalistas de alguns órgãos de comunicação social ficaria com a ligação e articulação com o Jornal de Notícias, Jogo, RTP Porto e rede de comentadores do clube nas Televisões.

b) Que Nuno Saraiva, pelo nível de envolvimento com o sub diretor do expresso, Nicolau Santos, mas sobretudo pelo controlo e ligação entre Bruno de Carvalho e o jornalista Pedro Candeias, procuraria alimentar aquele jornal de enorme importância para quebrar a ideia de que só com o JN e Jogo seria mais uma história do Porto.

Posteriormente e com o desenvolvimento de todo o processo, esta estratégia reforçou-se, ainda mais quando responsáveis do FCP se gabavam que na equipa que na PJ de Lisboa coordenavam as investigações aos diversos casos sobre o SLB, estava um fervoroso adepto do FCP, que lhes garantia que tudo seria feito para se criar a ideia de que existia uma estratégia de domínio do SLB do futebol português e que estaria disponível para passar informação a um ou dois jornalistas de confiança.

Foi neste quadro que surgiu a ligação ao jornalista, também ele adepto assumido do FCP, da Revista Sábado, Carlos Rodrigues Lima, aparentemente insuspeito por ser um jornalista especializado e reconhecido pela sua ligação à área da justiça e que se tornou no eixo central de toda a informação que era passada para o grupo Cofina.

Ao mesmo tempo, reforçou-se a informação transmitida ao jornalista Pedro Candeias do Expresso, que passou a receber informação de uma pretensa fonte da Polícia Judiciária que se assumiu desde o primeiro momento como fazendo parte da equipa central de investigação em Lisboa — o tal elemento com ligações ao FCP, atrás referido – e que deu origem às sucessivas notícias que o Expresso tem publicado (sempre citando fontes da PJ) que fala de toupeiras do SLB no Ministério Público e que dá, pela primeira vez, voz à tese de que existia uma estratégia do SLB para dominar o futebol português.

Apesar de ter inicialmente suscitado duvidas ao FCP, porque tinham informação de que Pedro Candeias seria simpatizante do SLB, rapidamente o diretor de comunicação do SCP tranquilizou garantindo que tinha absoluto domínio sobre o seu trabalho e que ele tinha um ódio de estimação ao presidente do Benfica e uma forte ligação pessoal a Bruno de Carvalho.

AS MAIS RECENTES EVIDÊNCIAS

Mas a enorme gravidade de tudo o que até agora relatámos aumenta, quando se prova a forte influência que o FCP tem tido sobre diversas decisões difíceis de compreender por parte de responsáveis da Justiça no território do Porto e do Norte, como se demonstra nas seguintes recentes decisões:

a) Decisão do Tribunal de Guimarães e do representante do Ministério Público no processo que envolve e liga Pinto da Costa e Antero Henriques à empresa de segurança SPDE no processo Fénix, inclusive objeto de recurso por parte do DCIAP e que vai custar um processo disciplinar ao próprio representante do Ministério Público;

b) Decisão do juiz de primeira instancia, Fernando Cabanelas sobre a Providência Cautelar apresentada pelo SLB, assumindo o juiz neste caso ser adepto do FCP. Decisão posteriormente revogada por unanimidade por parte do coletivo de juízes desembargadores do Tribunal da Relação do Porto;

c) A forma como quando 4 dos 5 jogadores do Rio Ave foram chamados pela PJ do Porto para serem ouvidos no âmbito do caso da eventual combinação de resultados, à frente de todos, um dos agentes deu ordem para o quinto elemento, o jogador RAFA se retirar comentando “Epá este gajo é nosso. É emprestado pelo Porto. Podes ir embora.” Tendo sido afastado do processo, sugerindo que questionem qualquer dos outros jogadores que confirmam este episódio.

d) As constantes fugas de informação sofre o caso dos emails ( só no processo em que o SLB é acusado), vouchers e a forma como surgiu na comunicação social as suspeitas sobre o pretensos jogos comprados com envolvimento do SLB;

e) As constantes fugas de informação para o jornalista da Sábado que sabia dos timings em que os emails iam ser divulgados nas redes digitais e produzia de imediato notícias deles, gabando-se inclusive junto dos seus amigos portistas no seu facebook pessoal, antes mesmo de fazer as notícias;

f) O mesmo jornalista que em plena redação disse alto e bom som que a PJ estava a chegar à luz e a casa do presidente do SLB, quando das últimas buscas em torno do caso que envolve o juiz Rui Rangel, regozijando-se que “é desta que o apanhamos”;

g) As fugas de informação passadas para o Jornal de Notícias e jornal Record sobre os hipotéticos jogos comprados e que foram dadas de forma tão leviana que quiseram fazer ligação com o jogo Rio Ave-Benfica da época de 2014/2015 , não reparando que um desses jogadores estava numa equipa francesa nessa altura e um segundo não tinha jogado por estar castigado;

h) As fugas passadas ao jornal Expresso de quem se não se eximia de se assumir como fonte da Polícia Judiciária e sempre de teor negativo para o SLB;

A DECISÃO SOBRE O PROCESSO DE INVESTIGAÇÃO AO SLB

Para piorar todo este conjunto de factos e situações que merecem ser investigados com todo o rigor, denunciamos que, desde há duas semanas, que o núcleo restrito do FCP atrás referenciado, garante e gaba-se em reuniões internas da administração do FCP e em contactos com jornalistas que têm a garantia de que o processo da PJ que concentrou vouchers, emails e jogos comprados que envolve o SLB, concluirá por uma acusação conforme os seus desejos, apesar de reconhecerem que era difícil provar algum crime de corrupção ou tráfico de influência em concreto.

Afirmam, de acordo até com aquilo que foi passado ao Expresso, de que tinham a garantia do tal elemento da equipa da PJ que seria adoptado no relatório final a tese de que existia uma estratégia por parte do SLB para controlar diversos e fundamentais setores do futebol português, e que tal seria provado, não por evidencias concretas, mas através da montagem de uma espécie de puzzle com base em diferentes emails, interpretando que tudo obedecia a essa orientação e que seria suficiente para defender junto do Ministério Público, que existiam indícios de corrupção e tráfico de influência desportiva.

Como prova desta tese surge a fonte da Polícia Judiciária que transmitiu ao jornal Expresso esta tese.

A mais recente noticia comentada nesse grupo, foi que o tal elemento da equipa de Lisboa da PJ teria sossegado os seus colegas atrás citados do Porto, que iriam desvalorizar a solicitação do empresário César Boaventura para ser ouvido, e também sobre as acusações que ele diretamente começou a fazer sobre jogos da mala e nomes da rede de influência que o FCP tem activa neste momento.

E que também as eventuais suspeitas sobre o recente jogo Estoril – FCP seriam desvalorizadas.

Tendo inclusive realçado que, para desviar as atenções, teria sido dada aquela história de que a PJ não descartava a hipótese de uma toupeira interna do SLB no caso dos emails roubados, ao Pedro Candeias do Expresso, apesar de quem está com esse processo ser daqueles que não gosta de falar sobre os processos que tem em mão.

CONCLUSÃO

Todos os factos aqui denunciados podem ser facilmente confirmados. O nível de relações promiscuas e de controle de alguns setores e quadros da justiça por parte do FCP a Norte, comprova-se pelo escândalo como o representante do Ministério Público e o Tribunal de Guimarães omitindo factos provados, arquivaram aquele processo, numa decisão sobre a qual o próprio DCIAP quer recorrer, quer pela decisão do Juiz que chumbou a providencia cautelar do SLB sobre a divulgação dos emails.

Toda a gente no Porto sabe quem são os representantes da justiça que costumam frequentar os camarotes do estádio do dragão, pertencem aos seus órgãos sociais e têm um longo historial de decisões que ultrapassam qualquer lógica sempre que está em causa os interesses de Pinto da Costa e dos dirigentes do FCP.

No que se refere à Polícia Judiciária, basta ver a quem, de que forma e qual o sentido de todas as fugas de informação sobre o processo dos emails e quem que são as fontes das notícias assumidas como exclusivas sobretudo para o Expresso, Jornal de Notícias e revista Sábado.

Finalmente, a necessidade de se analisar com rigor, o despudor com que responsáveis do FCP comentam e se gabam de viva voz de controlarem o processo de queixas que está a ser investigado sobre o SLB e informam com antecedência das fugas de informação os seus canais nos media e articulam até essas fugas.

Todos estes factos pela sua gravidade merecem uma investigação independente e rigorosa porque é a imagem de credibilidade e rigor das instâncias judiciais que está em causa, sendo preocupante que elementos da administração do FCP com total despudor inclusive passem para dirigentes do SCP que têm tudo sob control.

Desta denuncia daremos conhecimento a diversas instâncias, em nome do bom nome e defesa do Estado de Direito e da credibilidade das instituições, a saber Ministra da Justiça, Secretário de Estado da Juventude e Desporto, Procuradora Geral da República, Diretor do DCIAP, Diretor Nacional da Polícia Judiciária, Presidente da Federação Portuguesa de Futebol e Presidente da Liga Portugal.


Porto, 23 de fevereiro de 2018″

VER MAIS
Futebol Notícias Polémicas

Revelados os cabecilhas da rede para destruir o Benfica

O DCIAP tem em mãos uma denúncia anónima sobre uma alegada estrutura que terá sido montada pelo FC Porto para “destruir a hegemonia do Benfica e criar uma rede que desse corpo a essa estratégia na Justiça, nas forças policiais e nos media”, pode ler-se no texto, datado de 23 de fevereiro deste ano, a que Record teve acesso na íntegra. De acordo com o que foi noticiado pelo jornal ‘i’, as investigações a esta espécie de polvo azul já estão em curso por parte do DCIAP, o que o FC Porto duvida. “A partir do momento em que foi envolvido um juiz conselheiro”, a investigação teria de ser conduzida “pelo Ministério Público junto do Supremo Tribunal de Justiça, como sucede na operação Lex”, disse ontem Francisco J. Marques.

Segundo a denúncia, Adelino Caldeira (administrador da SAD do FC Porto), Luís Gonçalves (diretor-geral), Manuel Tavares (diretor da FCP Media), Francisco J. Marques (diretor de comunicação) e José Manuel Matos Fernandes (presidente da mesa da AG e juiz conselheiro) “reúnem-se semanalmente” num hotel junto ao Estádio do Dragão, “desde abril de 2017”, com o intuito organizar a referida rede, que contaria também com a participação de agentes da Polícia Judiciária – “com longo passado de colaboração com o clube”.

Uma das traves-mestras desta estratégia assentaria no conhecido caso dos emails – “roubados ao Benfica” –, cuja divulgação, de acordo com o mesmo texto, ficaria a cargo de um grupo que integrava Tiago Barbosa Ribeiro (deputado do PS pelo círculo do Porto), bem como Pedro Bragança e Diogo Faria (comentadores assíduos em programas do Porto Canal) e a empresa ComOn.

A denúncia prossegue com a aproximação entre dragões e leões no plano mediático. Recordando a reunião existente entre Francisco J. Marques, Manuel Tavares e Nuno Saraiva (diretor de comunicação do Sporting), é denunciada a “partilha de informação da correspondência privada do Benfica” e o “acerto de timings” para a difusão dos conteúdos, do lado leonino com o alegado contributo da empresa YoungNetwork. Ao nível dos media, é apontada uma suposta proximidade dos visados com os jornalistas Carlos Rodrigues Lima, da revista ‘Sábado’, e Pedro Candeias, do ‘Expresso’.

Evidências e conclusões:

O texto aponta algumas “evidências” da “influência do FC Porto sobre decisões difíceis de compreender por parte de responsáveis da justiça no norte do país”. São recordadas as absolvições de Pinto da Costa e Antero Henrique no processo Fénix; a recusa da providência cautelar apresentada pelo Benfica no caso dos emails ainda no tribunal de primeira instância; e a alegada dispensa de Rafa Soares da prestação de declarações no caso da alegada combinação de resultados a envolver o Rio Ave, entre outras situações.

Em conclusão, a denúncia – que seguiu também para a ministra da Justiça, secretário de Estado da Juventude e Desporto, Procuradoria-Geral da República, diretor do DCIAP, diretor nacional da PJ, presidente da FPF e presidente da Liga –, frisa que “todos os factos denunciados podem ser facilmente confirmados”e pede uma “investigação independente”.

João Duarte não está preocupado:

Record procurou obter reações de vários dos visados na denúncia, mas apenas um aceitou fazê-lo. João Duarte, da empresa YoungNetwork, referiu que “esse tipo de denúncia é uma coisa sem pés nem cabeça, não preocupa. É tudo tão irreal… Apoiamos o Sporting na gestão das redes sociais, só isso. O que estão a fazer é uma comunicação ‘spinning’, que é quando se procura distrair as pessoas inventando factos”. Nuno Saraiva (diretor de comunicação do Sporting) e Carlos Rodrigues Lima (jornalista da ‘Sábado’) não se quiseram pronunciar, o deputado Tiago Barbosa Ribeiro manteve-se incontactável, enquanto a Polícia Judiciária remeteu qualquer esclarecimento para amanhã, aquando da reabertura dos serviços de relações públicas. Quanto a Pedro Bragança, considerou no Porto Canal que “o que está em causa é o regime a espernear”.

VER MAIS
Futebol Verdes

Mais uma multa para o Benfica enquanto Nuno Saraiva é absolvido

Lembra-se daqueles anormais que andaram a dizer que o Benfica tinha um plano para mandar em tudo etc etc etc? Então preste atenção a mais uma pérola digna de quem manda em tudo no futebol.

Nuno Saraiva foi absolvido da resposta dada a Rui Vitória, no final do Benfica-Sporting, a 3 de janeiro (1-1). O técnico do Benfica vincou que iria estar “atento à carreira destes árbitros”, referindo-se à equipa liderada por Hugo Miguel, e o diretor de comunicação apontou o “tom ameaçador” de Vitória.

“Vai estar atento para quê? Para lhes dar cabo da nota, como Luís Filipe Vieira exigiu a Paulo Gonçalves que fizesse relativamente a um árbitro que prejudicou o Benfica?”, questionou. Após queixa das águias, o acórdão do Conselho de Disciplina da FPF a que a imprensa teve acesso não puniu Saraiva, mas aplicou multa de 5.740 € ao Benfica por uma publicação do seu Twitter, ‘SL Benfica Press’, apurado durante o inquérito e relativo ao passado do assistente Hernâni Fernandes. “Atual quadro do SCP, ex-assistente de Hugo Miguel (…) Poderá explicar o fenómeno sobrenatural de se errar tantas vezes para o mesmo lado”, podia ler-se.

Saraiva é absolvido da queixa apresentada pelo Benfica enquanto o clube apanha uma multa de quase 6 mil euros. O Benfica não manda coisa nenhuma e tem sido o clube mais penalizado pelo Meirim e companhia. Castigos a Bruno de Carvalho, Nuno Saraiva, Francisco J Marques, Fábio Coentrão, Felipe Vale-tudo, Brahimi e Marega continuam na gaveta.

VER MAIS
Futebol top

Depois revelada a rede do FC Porto para destruir o Benfica, sai mais uma multa para o clube da luz

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol puniu o Benfica com uma multa de 5740 euros, por “lesão da honra e a reputação dos órgãos da estrutura desportiva e dos seus membros”. Em causa estão as críticas à arbitragem de Hugo Miguel e a referência às funções de Hernâni Fernandes no Sporting, ele que foi assistente do juiz de Lisboa.

“Hernâni Fernandes, atual quadro do SCP, ex-assistente de Hugo Miguel (com quem terá longa amizade), ex-observador, atualmente sob investigação do Ministério Público por ameaças e coação a árbitros, poderá explicar o fenómeno sobrenatural de se errar tantas vezes para o mesmo lado”, surgiu escrito na conta de Twitter do Benfica dirigida à comunicação social após o Benfica-Sporting, disputado a 3 de janeiro.

Já o FC Porto continua a poder dizer e a escrever o que quer nos programas da rede que não lesa ninguém. Depois de descoberta a rede que visa destruir o Benfica, gostaríamos de saber porque é que o Conselho de Disciplina não castiga, jogadores e dirigentes do FC Porto? Brahimi, Marega e Felipe Vale-tudo continuam sem castigo. Francisco J Marques continuam sem castigo enquanto o Benfica é multado todas as semanas.

VER MAIS
Futebol top

O Benfica reclama do FC Porto uma indemnização de 17,7 milhões de euros.

O Benfica reclama do FC Porto uma indemnização de 17,7 milhões de euros. A ação dos encarnados já deu entrada no Tribunal Cível da cidade Invicta e decorre da decisão do Tribunal da Relação do Porto em dar provimento à providência cautelar e proibir a divulgação de mais emails pelos dragões.

A ação do Benfica visa não só o clube azul e branco, mas também o seu presidente, Pinto da Costa, os administradores Adelino Caldeira e Fernando Gomes, e o diretor de comunicação, Francisco J. Marques.

VER MAIS
Azuis top

DCIAP investiga a alegada rede do FC Porto

Tudo começou em abril de 2017, quando se deu a “compra da correspondência privada do SLB”, naquele que ficou conhecido como “caso dos e-mails”. Depois da “compra” dos e-mails, as informações eram passadas para vários blogues afetos a portistas e sportinguistas. Mais tarde, numa outra reunião no hotel Altis, em Lisboa, elementos da estrutura do FC Porto e do Sporting terão definido os “timings” para a revelação das informações dos benfiquistas.

Além disso, nesta reunião no Altis, terá ficado estabelecido que também elementos do Sporting teriam de ir acompanhando e comentando as informações que viessem a público.

Fontes da estrutura do FC Porto e do Sporting ficariam responsáveis por veicular as informações dos e-mails para comentadores em programas de debate televisivo, jornais como o Expresso, O Jogo ou Jornal de Notícias e ainda para RTP, revista Sábado e Correio da Manhã.

Contactada pelo i, a Procuradoria-Geral da República admite que “recentemente têm sido recebidas algumas denúncias, designadamente anónimas, relacionadas com o fenómeno desportivo e envolvendo vários clubes”. “O Ministério Público, sempre que tem conhecimento de factos suscetíveis de integrarem a prática de crimes”, procede em conformidade, encaminhando-os para investigação”, acrescenta a PGR.

A “influência” da rede montada pelo FCP

A denúncia fala também das “evidências” em como o FC Porto domina as decisões da Justiça. O documento elenca oito decisões judiciais em que os portistas foram beneficiados. Entre elas está a decisão do Tribunal de Guimarães relativamente ao processo “Fénix”, que absolveu Pinto da Costa e Antero Henrique e que já foi objeto de recurso por parte do DCIAP; a forma como Rafa, jogador emprestado pelo FC Porto ao Rio Ave, foi afastado do processo de alegada viciação de resultados por parte dos vila-condenses; e também as fugas de informação de processos judiciais como o do caso dos emails e vouchers.

A queixa diz ainda que “desde há duas semanas que o núcleo restrito do FCP referenciado garante e gaba-se em reuniões internas e em contactos com jornalistas que têm a garantia de que o processo da PJ que concentrou vouchers, emails e jogos comprados que envolve o SLB, concluirá por uma acusação conforme os seus desejos, apesar de reconhecerem que será difícil provar algum crime de corrupção ou tráfico de influência em concreto”.

Os portistas teriam como objetivo mostrar às autoridades que existia uma estratégia por parte do Benfica para controlar os diversos setores do futebol português “e que tal seria provado, não por evidências concretas, mas através de uma montagem de uma espécie de puzzle com base em diferentes emails”, lê-se na denúncia.

Factos que podem ser “facilmente confirmados”

A denúncia, que é feita de forma anónima para preservar “a integridade física” dos autores e por “receio de represálias”, diz ainda que os “factos podem ser facilmente confirmados” quer através do arquivamento do processo Fénix, quer através do chumbo da providência cautelar do Benfica sobre a divulgação dos emails.

“Toda a gente no Porto sabe quem são os representantes da justiça que costumam frequentar os camarotes do estádio do Dragão, pertencem aos seus órgãos sociais e têm um longo historial de decisões que ultrapassam qualquer lógica sempre que está em causa os interesses de Pinto da Costa e dos dirigentes do FCP”, lê-se na carta.

Novos e-mails

Recorde-se que já na semana passada foram tornados públicos no blogue “mercado de Benfica” novos e-mails que alegadamente revelavam que já em 2012 o Benfica tinha como objetivo o “reforço/controlo” da arbitragem, do poder político, dos media e da Justiça. Segundo a revista Sábado, esta mensagem terá sido divulgada a vários elementos da SAD do Benfica em junho de 2012.

Este e-mail terá sido enviado por Domingos Soares Oliveira, administrador da SAD benfiquista. O documento “powerpoint” alegadamente estabelecia “desafios na vertente externa” que passariam por aplicar uma estratégia a cinco anos com o objetivo de “reforçar o controlo/influência” nas áreas de poder no futebol, como a Federação, conselho de arbitragem, poder político, meios de comunicação social e na Justiça.

VER MAIS
Azuis

Rede do FC Porto para destruir o Benfica reunia todas as semanas no hotel AC Porto Marriot

O clima de convulsão no futebol português está para durar. Depois dos e-mails do Benfica, que alegadamente tinham como objetivo controlar o futebol nacional, agora é a vez de o FC Porto ser acusado de manter uma rede cujo principal objetivo seria acabar com a hegemonia benfiquista dos últimos anos.

Segundo uma denúncia enviada ao Ministério da Justiça, à Procuradoria-Geral da República, ao DCIAP, à PJ, à Liga Portuguesa de Futebol e à Federação, o FC Porto terá montado uma rede que se reunia todas as semanas no hotel AC Porto Marriot, junto ao estádio do Dragão, para delinear uma estratégia na Justiça, na polícia e nos media para descredibilizar o Benfica. A denúncia discrimina os nomes de vários dirigentes portistas, assim como magistrados, agentes da Polícia Judiciária e jornalistas.

Tudo começou em abril de 2017, quando se deu a “compra da correspondência privada do SLB”, naquele que ficou conhecido como “caso dos e-mails”. Depois da “compra” dos e-mails, as informações eram passadas para vários blogues afetos a portistas e sportinguistas. Mais tarde, numa outra reunião no hotel Altis, em Lisboa, elementos da estrutura do FC Porto e do Sporting terão definido os “timings” para a revelação das informações dos benfiquistas.

VER MAIS
Futebol top

O INSPETOR DA POLÍCIA JUDICIÁRIA QUE QUERIA «ARRUMAR COM O BENFICA»

Deu entrada no DCIAP (Departamento Central de Investigação e Ação penal), da PGR (Procuradoria-Geral da República), uma denúncia anónima (número 848/18, de 23 de abril de 2018, ou seja, esta segunda-feira) contra o inspetor Pedro Fonseca, da Polícia Judiciária.

A BOLA teve acesso ao conteúdo da referida denúncia, na qual pode ler-se, no logo no início, que a mesma «completa uma que foi feita há cerca de mês e meio e que foi enviada à Ministra da Justiça, à Procuradora-Geral da República, ao Diretor do DCIAP e ao Diretor Nacional da Polícia Judiciária, recordando que nessa denúncia se referia quem esteve por trás e qual a estratégia montada por quem roubou os `e-mails` do Benfica».

E prossegue: «Essa estrutura atuou em conluio com elementos afetos so poder judicial e comunicação social na altura identificados. Faltou foi saber quem era o elemento de dentro da investigação, que era a verdadeira toupeira que passava as sucessivas informações dos processos para os órgãos de comunicação social e redes sociais à revelia dos procuradores e do interesse da investigação. Facto provado porque só quem estivesse por dentro da investigação é que poderia passar dados concretos e com este nível de detalhe e sempre contra a mesma identidade. Esse responsável é o inspector Pedro Ponseca da Polícia Judiciária, reconhecido pelos próprios colegas que quer subir na estrutura sem olhar a meios, de desmedida ambição e que em múltiplas conversas não esconde o seu portismo e que queria arrumar com o Benfica.»

«Basta ter em conta os seguintes factos:
Quem passou para a revista Sábado a informação em segredo de Justiça que a investigação ficou insatisfeita com pelo menos duas respostas que tinham sido obtidas junto da SAD do Benfica sobre informações contabilísticas e financeiras?
Quem fez chegar ao blogue Mercado do Benfica documentos originais internos, da sua própria responsabilidade, sobre uma denúncia anónima que tinha recebido e depois fingiu que poderia ter saído de uma alegada toupeira do Benfica, quando basta ver que o referido blogue é reconhecido por ser totalmente antibenfiquista e tem sido a central de ataque e de divulgação de e-mails do Benfica, para perceber que nunca será daí que essa informação sairia para o referido blogue?
Quem passou para o Expresso a tese de que a investigação tinha como objetivo principal a demonstração de que o Benfica tinha um padrão de comportamento destinado a controlar o mundo do futebol?
E mais grave, quem passou para a revista Sábado a informação de que os processos de investigação tinham sido centralizados numa equipa coordenada pela senhora PGR e que isso poderia estar a causar mal-estar nos investigadores, não escondendo o desagrado por não poder continuar a manipular o andamento das investigações com fugas cirúrgicas para os vários protagonistas identificados na denúncia anterior?», pode ler-se.

Mas há mais: «Toda esta intervenção do referido inspetor tem procurado instrumentalizar o Ministério Público e o trabalho dos seus colegas. É ele que tem fornecido informação circunstanciada sobre horários e locais de busca, e que em diversos momentos em público não esconde o seu clubismo, vangloriando-se de passar informação que deveria estar em rigoroso segredo de justiça e procurando sempre que nas notícias se refira o seu papel nas investigações. A vaidade, a ambição e o clubismo têm a perna curta. Fica completo o quadro da estrutura que denunciámos anteriormente, que deve ser encarada com muita preocupação tendo em conta a capacidade demonstrada para roubar correspondência privada de uma instituição e montar toda uma estratégia com tentáculos na própria justiça.»

VER MAIS
IMPRENSA top Verdes

Marco Ferreira fala em penalti claríssimo a favor do Sporting. O mesmo lance no derbi na luz disse isto

A coerência do ex-árbitro de futebol, Marco Ferreira, continua a dar que falar nas redes sociais. Depois do jogo do Benfica conseguiu ter uma análise à agressão dentro da área sobre Raúl Gimenez completamente diferente daquela que teve no lance de Bas Dost em Belém (VER AQUI)

Depois da vitória do Sporting à custa de um pontapé de penalti, Marco Ferreira disse que o penalti existe e foi bem assinalado. Mais uma vez, não foi coerente pois no derbi entre o Benfica e o Sporting, na luz, andou a dizer completamente o contrário. Ora veja:

Aqui não só o Marco Ferreira como também o Jorge Faustino. Aquela coerência…

Mas Marco Ferreira continua a ser um expert no que toca a defender o seu clube. Vamos recordar outro episódio:

E agora no derbi


Posto isto, segundo os dragartos, o Benfica manda nisto tudo.

VER MAIS
Arbitragem top

54% das nomeações do FC Porto vêm da AF Porto e AF Braga. João Pinheiro é o árbitro do FC Porto-V. Setúbal

Este tipo de nomeações demonstram claramente que o Benfica manda no futebol português assim como na arbitragem. A nomeação de João Pinheiro para o jogo do FC Porto-V. Setúbal é um grande exemplo de que o Benfica não manda coisa nenhuma.

Sabia que 54% dos jogos do FC Porto no campeonato são apitados por árbitros da AF Porto e AF Braga? Lembra-se da denuncia feita pelo Benfica no programa Chama Imensa sobre estas associações?

João Pinheiro esta temporada vai fazer o seu primeiro jogo do FC Porto para o campeonato. A sua associação, a AF Braga, fará o seu 4º jogo, menos um que a AF de Lisboa. Pelos registos nesta temporada, podemos ver que Pinheiro é um árbitro caseiro. Portanto, se tiver à espera que Pinheiro quebre Record do FC Porto sem penaltis contra que dura há mais de um ano, está muito enganado.


VER MAIS
top Verdes

Penalti que vale 3 pontos ao Sporting versus penaltis idênticos na luz

O Sporting acaba de conquistar mais 3 pontos graças a um pontapé de penalti. Para aqueles lados tem sido assim desde o inicio da temporada excepto no jogo com o Benfica.

Não há qualquer discussão quanto ao pontapé de penalti. Poderíamos falar da distancia etc etc etc… Perda de tempo. Acontece é que este tipo de penaltis não são assinalados contra o Sporting. Só no derbi deste ano na luz, ficaram 3 pontapés de penalti por assinalar. Aqueles que diziam que não era nada, hoje deveriam estar bem caladinhos pois conquistaram 3 pontos graças a um penalti como aqueles que o Benfica se queixou. Além dos penaltis que ficaram por marcar na luz, na jornada anterior o Sporting vê um golo seu a ser validado depois de Ristovski ter jogado a bola com a mão no início da jogada.

As diferenças é que o Benfica manda nisto tudo e até tem planos e os outros é que são escandalosamente beneficiados.

VER MAIS
Azuis

Aquela coerência de um diretor de comunicação que manipula linhas a seu belo prazer

Ontem a azia de Francisco J Marques ficou demonstrada num tweet caricato. Ao que parece, o diretor de comunicação do FC Porto anda nas streams piratas para ver os jogos do Benfica. Depois é ver que nem sabe a lei do fora de jogo.

O insolvente colocou um frame do golo anulado ao Estoril com uma linha dando a entender que não estaria em fora de jogo. O problema é que com aquela linha o jogador do Estoril tem o tronco e cabeça em fora de jogo. Logo o lance é bem anulado. Mas ainda assim é vê-lo a espumar-se com a vitória do Benfica.

Lembra-se daquele jogo em que se jogou a 2ª parte quase um mês depois? Aquele em que houve uma transferência do FC Porto de 780 mil euros de uma suposta divida antiga ao Estoril? Então veja o primeiro golo e veja o que o insolvente escreveu.

É este tipo de azia…

VER MAIS
Futebol IMPRENSA top

Marco Ferreira analisa vê dois lances iguais e analisa sempre contra o Benfica. Viver na miséria deve fazer-lhe mal à vista

Estamos perante mais um Jorge Coroado da arbitragem portuguesa. Marco Ferreira, que vive tempos difíceis na sua vida profissional, está sujeito ao que lhe mandam escrever no jornal oficial do Sporting. Mesmo que seja incoerente e demonstre o mau que foi enquanto árbitro, tem de escrever contra o Benfica se quer continuar a ter aquele espacinho. Quando se vive na miséria como é o caso, esta-se sujeito a este tipo de coisas.

Na jornada passada, onde o Sporting foi escandalosamente beneficiado, Marco Ferreira analisou os lances como é habito. Acontece que no lance do penalti e expulsão de Yebda, o ex-árbitro concordou com o penalti e expulsão.

No jogo de ontem, num lance dentro da área, idêntico ao do jogo do Sporting, Marco Ferreira classifica de involuntário e concorda com a decisão do árbitro.

Eu não desejo mal às pessoas, muito menos pelo futebol, mas quem tem este tipo de análises, só tem aquilo que merece. Está na miséria? A fazer este tipo de coisas não tenho pena nenhuma. Esta é só mais uma prova daquilo que foi enquanto árbitro. Mais um motivo pelo qual desceu.

VER MAIS
Futebol top

Vídeo: Como o Benfica manda no futebol português e vê um penalti igual ao do Sporting a ser negado

Segundo as capas de jornal de hoje o Benfica manda tanto que hoje viu mais um penalti a não ser assinalado a seu favor. Nem o VAR teve coragem de intervir porque o prejudicado era o Benfica. Logo estaria tudo normal porque supostamente é o Benfica que manda.

Na jornada anterior o Sporting conquistou 3 pontos, também, graças a um pontapé de penalti por uma cotovelada ao Bas Dost na área do Belenenses. Nada a dizer pois é penalti. Yebda levou o 2º cartão amarelo e foi expulso. No jogo entre o Estoril e o Benfica. Ailton dá uma cotovelada a Raúl Gimenez dentro da área do Estoril e nem o VAR viu. Não só era penalti como o jogador do Estoril recebia o 2º cartão amarelo. Mais uma vez Hugo Miguel prejudicou o Benfica.

Recordar a arbitragem de Hugo Miguel na luz

VER MAIS
Futebol top

Como o Benfica manda nisto tudo, ficou por assinalar um penalti a favor do Benfica igual ao assinalado a favor do Sporting

Segundo a imprensa de hoje, o Benfica manda no futebol Português. Manda nas nomeações dos árbitros mas nos clássicos quem apita são árbitros do Porto. Manda na Liga mas quem se gaba de ter colocado Pedro Proença desde Africa é o presidente do Sporting. Manda no Conselho de Disciplina mas só há castigos para o Benfica.
0
No Estoril-Benfica parece que está tudo normal. O Benfica continua a mandar e por isso já viu o árbitro Hugo Miguel a não assinalar um pontapé de penalti. Raúl ficou a sangrar e nem o houve recurso ao VAR. Um penalti idêntico aquele que foi assinalado em Belém, favorável ao Sporting.

VER MAIS
Futebol top

11 inicial para o jogo com o Estoril

Estoril e SL Benfica medem forças na 31.ª jornada da Liga NOS, no estoril, num jogo da segunda volta da principal competição nacional.

O desafio tem início agendado para as 20h30 na Sport TV e este é o 11 inicial

11 inicial

B. Varela, Grimaldo, R. Dias, Jardel, A. Almeida, Fejsa, Pizzi, Zivkovic, Rafa, Cervi e Raúl

Banco de suplentes: Svilar, Luisão, Samaris, João Carvalho, Salvio, Diogo Gonçalves e Seferovic.

VER MAIS
Arbitragem Futebol top

Hugo Miguel para o Estoril-Benfica. A cartada final do conselho de arbitragem que coloca um homem que prejudicou o Benfica no derbi

Hugo Miguel, árbitro da AF Lisboa, foi nomeado pelo Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol para apitar o Estoril-Benfica da 31.ª jornada da Liga NOS, às 20h30 deste sábado no Estádio António Coimbra da Mota.

Esta é a cartada final do Conselho de arbitragem ao colocar um árbitro que prejudicou o Benfica no derbi da luz e no jogo com o Rio Ave. O homem que representa a Macron (marca de equipamentos usada pelo Sporting), vai fazer o seu 3º jogo.

É também o árbitro que não viu a agressão de Brahimi no jogo com o Belenenses.

Como se isso não bastasse o Conselho de arbitragem coloca o famoso Ricardo Santos como assistente. Árbitro que nos retirou o titulo na luz.

A restante equipa fica completa com Pedro Mota e Carlos Espadinha no papel de quarto árbitro. O videoárbitro (VAR) será Gonçalo Martins e o assistente (AVAR) Ângelo Carneiro.

VER MAIS
Futebol top

Convocados para o jogo com o Estoril

Rui Vitória, treinador do Benfica, revelou a lista de convocados para o jogo com o Estoril Praia, da 31.ª jornada da Liga NOS.
O início do desafio está marcado para as 20h30 de sábado, no Estádio António Coimbra da Mota.

LISTA DE CONVOCADOS

Guarda-redes: Svilar e Bruno Varela;

Defesas: Grimaldo, Luisão, Eliseu, Jardel, André Almeida e Rúben Dias;

Médios: Fejsa, Samaris, Zivkovic, Salvio, Pizzi, Cervi, Rafa, Diogo Gonçalves e João Carvalho;

Avançados: Raúl e Seferovic.


VER MAIS
top Verdes

Nuno Saraiva acusa Guimarães de facilitar contra o Benfica e vai ser processado criminalmente pelos minhotos

Em comunicado, o Vitória de Guimarães deu conta que vai «participar criminalmente» contra Nuno Saraiva por considerar que as declarações do diretor de comunicação do Sporting, ao canal do clube leonino, «ferem a integridade do Vitoria Sport Clube nas competições em que participa».

Nuno Saraiva questionou a não utilização de Hurtado nos dois jogos com o Benfica esta época.

«(Luís Filipe) Vieira (presidente do Benfica) quer rivais bons e fortes como o Vitória de Guimarães, que ficou sem o Hurtado em dois jogos? Hurtado falhou o jogo da primeira volta, desculpando-se ter sido convocado para a seleção, num jogo que seria disputado seis dias depois do Benfica. Na segunda volta teve o azar e levou o amarelo no jogo anterior. Curiosamente, o empresário de Hurtado é Elio Casareto, o mesmo de Carrillo. É apenas uma coincidência», referiu o diretor de comunicação leonino.

Eis o comunicado:

Na sequência das graves declarações proferidas por Nuno Saraiva, director de comunicação do Sporting CP, na SportingTV, e hoje divulgadas na edição on-line do jornal Record, que ferem a integridade do Vitoria Sport Clube nas competições em que participa, informamos que o Conselho de Administração da VSC, Futebol, SAD, decidiu participar criminalmente contra o referido director de comunicação.

VER MAIS
Futebol IMPRENSA top

Grupo Cofina manipula mais um alegado e-mail do Benfica.

Em tempo de mais um ataque feroz ao Benfica eis que sai mais uma notícia fresquinha de por parte da Cofina completamente manipulada:

“Soares de Oliveira, por outro lado, também terá tido outra linha de actuação para consolidar o poder do Benfica no futebol português quando, a 23 de Março de 2012, partilhou com o presidente da SAD, Luís Filipe Vieira, um “pensamento perverso”. Tomando como ponto de partida que a única forma de “ajoelhar” o Benfica era através do discurso da “centralização” da negociação dos contratos de direitos televisivos, Domingos Soares de Oliveira começou por dizer que para a garantir o clube teria que “comprar” os clubes médios e pequenos e remover o “louco” do então presidente da Liga, Mário Figueiredo. Sendo assim, o gestor equacionou a hipótese de o Benfica aceitar a tal centralização das negociações, pagando até 500 mil euros a cada um dos clubes pequenos.”

E agora perguntamos-lhe, sabe o que diz o suposto email?

Domingos Soares de Oliveira num alegado email enviado para Luis Filipe Vieira, em 2012, escreve que para “ajoelharem” o Sport Lisboa e Benfica há clubes que querem centralizar os direitos de televisivos. Para atingirem aquele objetivo supostamente andaram a aliciar os clubes pequenos para demitirem Mário Figueiredo, presidente da Liga na altura. Presidente que o Benfica apoiou. Com isso, o poder ficaria apenas centralizado na FPF, a Olivedesportos (sabendo que ganha o concurso da centralização) supostamente pagaria mais 500 mil a cada pequeno em vez de pagar o que o Sport Lisboa e Benfica pedia.

O email em questão é nada mais nada menos que uma interpretação de Domingos Soares de Oliveira sobre a estratégia dos rivais do clube da Luz. Vejam o email anexado, o conteúdo é altamente deturpado pelos media portugueses e isto é gravíssimo, jornalismo não é isto. Voltamos a dizer, maior parte dos media em Portugal são tudo menos imparciais. E prova disso é esta notícia.

Partilhem e façam chegar isto a toda a gente, vamos desmascarar esta manipulação do grupo Cofina.

VER MAIS
Azuis Futebol top

Mais um ataque do grupo Cofina made in FC Porto. Eis os factos de quem tem poder

Já alguns dias que o FC Porto, através dos seus canais, tentava difundir um power point alegadamente do Benfica. Para quem estava proibido de o fazer, parece que pode divulgar o que quer e bem entende que ninguém quer saber. Mas a tanta insistência nas redes sociais, levou ao grupo Cofina a fazer uma espécie de “remember”. Depois de recordar os e-mails sem acrescentar dado nenhum novo, pega na informação do FC Porto para criar mais instabilidade no Benfica.

É sempre na altura em que a massa adepta do Benfica está ferida que eles aproveitam para atacar porque sabem que os Benfiquistas condenam e colocam tudo em causa de um dia para o outro.

Mas fomos ver o tal power point e olhámos para o que tem acontecido nos últimos anos. Segundo esse alegado documento, o Benfica é acusado de querer ter influência.

Depois vemos quem realmente coloca presidentes na Liga

Vemos quem é castigado e quem fica sem castigo.

Samaris apanhou 4 jogos por apertar o pescoço. Quantos apanhará Brahimi?

Samaris castigado em tempo record, Coentrão e Marega continuam sem castigo

Mais sobre os castigos AQUI

Porto Canal, Francisco J Marques e os twitter do FC Porto assim como aquilo que escrevia Bruno de Carvalho nunca são alvo de castigos ou multas.

FC Porto é a única equipa que não tem penaltis contra.

FC Porto é a única equipa no mundo que tem o mesmo árbitro a errar sempre a seu favor depois de umas ameaças. Em 11 penaltis por assinalar contra o FC Porto, 5 são nos jogos apitados por Soares Dias.

No que toca a nomeações para os clássicos com o Benfica é isto.

Agora olhe para o power point novamente e goze. Goze porque só não vê quem não quer. O Benfica nunca mandou, não manda e nem nunca mandará. FC Porto e Sporting confundem a nossa grandeza com poder e tudo fazem para nos abater.

VER MAIS
Arbitragem Azuis top

FC Porto acusa Benfica de mandar no futebol Português quando as nomeações espelham o contrário

Já está mais que provado que o Benfica não manda na arbitragem e muito menos nos destinos do futebol em Portugal. Esta temporada temos visto de tudo. Jogadores do Benfica castigados, enquanto os do FC Porto e Sporting continuam a fazer o que lhes dá na gana. Recentemente assistimos um castigo de 3 jogos por insultos a um arbitro. Já o jogador do Sporting não apanhou qualquer castigo. Samaris apanhou 3 jogos de castigo por apertar o pescoço a um adversário. Brahimi fez precisamente o mesmo e nada aconteceu. Mas segundo o FC Porto, o Benfica manda. Mas manda em quê?

Nas nomeações não será de certeza, pois nos últimos anos, temos levado com árbitros do porto no que toca a clássicos. Sempre os mesmos, a apitar e sempre para o mesmo lado. Começaram a temporada a falar numa lista de árbitros de forma a condicionar as nomeações e os resultados estão à vista. FC Porto há mais de um ano sem penaltis contra. Só Soares Dias não assinalou 5 penaltis contra o FC Porto, todos em momentos cruciais. Queixar-nos das arbitragens? São factos que não podem ser negados. Podemos ser penta, mas estes factos não podem ser escondidos por uma possivel conquista do título.

O Benfica não manda coisa nenhuma, mas pelos vistos há quem esteja a mandar e a fazer de tudo para que o Benfica não seja penta. É verdade que a primeira responsabilidade do Benfica por não ter decidido tudo na luz. Mas não podemos esquecer da vergonha que foi o jogo FC Porto-Belenenses e do Estoril-FC Porto.

VER MAIS
Futebol top

Benfica esclarece a multa imposta pela FIFA

André Gomes, Rodrigo e Nolito são os três jogadores que estão na origem das multas que o Comité de Disciplina da FIFA aplicou ao Benfica, por infrações ao Regulamento de Transferências.

Segundo fonte da SAD do Benfica referiu que se tratam de casos de «natureza processual, relacionados com cláusulas contratuais».

Uma das punições da FIFA está relacionada com a saída de André Gomes e Rodrigo para o Valência, que envolveu a sociedade Meriton Capital Limited.Em causa está a própria partilha dos passes com terceiros, assim como as informações que a FIFA solicitou aos clubes pela altura em que estes negócios passaram a ser proibidos, em meados de 2015.

De recordar que a proibição contemplava duas exceções: os acordos já existentes podiam ser mantidos até ao fim do prazo, e os acordos celebrados entre 1 de janeiro e 30 de abril desse ano estavam limitados à duração máxima de um ano.

Em janeiro de 2014 o Benfica comunicou a venda dos direitos desportivos de André Gomes e Rodrigo à Meriton, sociedade que estavam processo de compra do Valencia, e um ano depois os passes transitaram para o emblema «che».

Relativamente ao caso que envolve o Benfica e o Celta, diz respeito à transferência de Nolito para a formação de Vigo, e fonte da SAD encarnada adiantou que resulta de um atraso no registo do contrato.

O acordo foi celebrado a 30 de junho de 2013, mas estava previsto que só seria registado depois do pagamento da primeira prestação, o que veio a suceder a 4 de julho. Mas como não foi registado logo, a FIFA puniu o Benfica em 15 mil euros, por uso incorreto da plataforma. Relativamente à questão das terceiras partes, a SAD encarnada foi ilibada neste caso.

Refira-se ainda que o Benfica teve conhecimento destas decisões do Comité de Disciplina da FIFA a 2 de março, e uma semana depois solicitou a fundamentação das mesmas, algo que ainda espera. Disso está dependente a apresentação de um eventual recurso para o Comité de Apelo.

VER MAIS
IMPRENSA top

Vídeo: Como o diretor adjunto da CMTV e do Correio da Manhã festeja na redacção a ida do Sporting à final

Foi através das redes sociais que o diretor adjunto da CMTV e do Correio da Manhã, Armando Esteves Pereira, foi apanhado a festejar a passagem do Sporting à final da Taça de Portugal.

No vídeo podemos ver mais ao fundo Armando Esteves Pereira a festejar loucamente, o que demonstra a parcialidade que se vive no grupo Cofina. Mas não só o diretor adjunto foi apanhado. Quem faz o vídeo torce pelo FC Porto assim como quem está à sua volta. Posto isto, podemos perceber porque nos últimos tempos o Benfica é atacado pelo grupo Cofina.

VER MAIS
Futebol

Situação de Jonas para o próximo jogo

O Benfica de Rui Vitória quer chegar na máxima força ao jogo da próxima jornada, na Amoreira contra o Estoril, e para isso conta poder recuperar a presença de Jonas.

O brasileiro falhou os dois últimos jogos devido a uma lombalgia, tem-se submetido a tratamentos, ainda permanece em dúvida e não é líquida a sua presença no jogo. Mas uma coisa é certa: no Seixal trabalha-se para garantir a recuperação de um jogador influente na estratégia das águias e que pode ser decisivo na fase final de uma época em que os encarnados se recusam a atirar a toalha ao chão, apesar da desvantagem pontual para o FC Porto na sequência da derrota no clássico do último final de semana.

VER MAIS
top Verdes

Victor Andrade apanha 3 jogos de castigo por insultos a árbitros. Coentrão continua sem castigo

“O jogador foi considerado expulso porque encostou o corpo ao 4.º árbitro e disse-lhe ‘Apita esta m… e não me toques. Filhos da p…!'”, pode ler-se no mapa de castigos do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.

Isto foi o que foi dito pelo jogador do Estoril, que vai ficar de fora durante 3 partidas. Já o Fábio Coentrão do Sporting, chamou Filho da p… a Fábio Veríssimo no jogo com o Vitória de Setúbal e não apanhou qualquer jogo de castigo.

É esta a dualidade de critério que o SC Braga se queixa. Para uns há castigos e para outros não existe sequer um auto de flagrante delito.

VER MAIS
Futebol top

Domingos Soares de Oliveira: “Acredito e todos os Benfiquistas têm de acreditar”

Domingos Soares de Oliveira foi um dos oradores na conferência promovida pela Associação Europeia de Clubes (ECA) em Split, nos dias 10 e 11 de abril. Em entrevista à BTV, o CEO do Sport Lisboa e Benfica (e também membro do Conselho Executivo da ECA) explicou o tema de fundo da reflexão e partilha de experiências na Croácia, antes de analisar outros assuntos desportivos da atualidade.

“Foi uma conferência organizada pela Associação Europeia de Clubes (ECA) em conjunto com o Hajduk Split e que visava debater um modelo cada vez menos usual na Europa, que é o de clubes que ainda são detidos pelos sócios. A tendência é para haver cada vez mais acionistas privados. Este é o modelo regular em Inglaterra e também muito em voga em França, mas depois há situações específicas, como o caso de Portugal, Espanha (Real Madrid, Barcelona, Osasuna e o Atlético de Bilbau), alguns clubes italianos e no resto da Europa. Este modelo é diferente do ponto de vista da gestão. O objetivo da ECA e do Hajduk Split, clube com o qual temos tido uma relação privilegiada, era promover o debate do modelo e partilha das várias experiências. O caso do Benfica é considerado diferente: continuando a ser detido pelos Sócios, o Clube, ao longo do século XXI, criou um conjunto de subsidiárias, empresas detidas pelo Benfica, que permitem ter uma gestão mista”, esclareceu Domingos Soares de Oliveira.

No caso de um clube como o Benfica, os sócios podem dificultar a gestão da SAD?

Não, de maneira nenhuma. Tornam mais exigente a gestão do Clube e das diversas empresas, porque no fundo os sócios sentem-se donos do Clube, e com razão, ao contrário do que se passa nos outros modelos. E como se sentem donos do Clube e cada sócio é uma pessoa, todos têm uma opinião e todos têm direito a uma explicação concreta relativamente àquilo que fazemos. Todos nos pedem contas e nos avaliam pelo que fazemos. Neste contexto, é preciso comunicar mais, explicar as opções que tomamos do ponto de vista da gestão. Quando se fala com os acionistas dos grandes clubes ingleses, percebe-se que uma das grandes preocupações que têm é com rentabilidade do clube. No caso dos nossos sócios, a maior preocupação incide no sucesso desportivo, conjugado com sustentabilidade, mas não propriamente com rentabilidade. Nenhum sócio está à espera que o Clube distribua dividendos, porque não é essa a sua força motriz.

“VAMOS INCENTIVAR A COMUNICAÇÃO COM OS NOSSOS ADEPTOS”

Todos os clubes presentes na conferência falaram sobre a prestação de contas aos sócios?

A ideia é de que, por natureza, os sócios são pessoas exigentes em todos os casos. Tivemos referências do Barcelona, o Atlético de Bilbau também explicou, o próprio Hajduk Split, e sente-se esta preocupação com o stake holder, o destinatário final. Ou seja, aquilo que fazemos, fazemo-lo para os sócios, não para um acionista à procura de rentabilidade ou da valorização do investimento que fez. É comum a preocupação de satisfazer o sócio.

Mudando de tema: o Benfica voltou a ser o único clube português no top 30 de mais comunicação nas redes sociais. Esta é uma aposta para manter?

Claramente. No âmbito do projeto digital, acreditamos que existe uma transformação em curso há alguns anos na relação que o Clube tem com os seus adeptos. Hoje, numa geração que já não é a minha, mas que será a dos meus filhos e, no futuro, dos meus netos, a comunicação é essencialmente digital. No projeto que iniciámos há cerca de dois anos, fizemos um grande esforço no sentido de tornar a nossa comunicação mais atrativa, compreendendo que, se numa determinada altura o YouTube era a ferramenta mais indicada, hoje pode ser o Twitter, que produz muito mais efeito. A comunicação para um jovem de 15/16/17 anos não é a mesma comunicação para um homem que tenha 30 a 40 anos, e será diferente para um homem que tenha 60. Fizemos essa especificação diferenciada naquilo que é a nossa comunicação em relação ao nosso público-alvo, tendo sempre presente que hoje é uma comunicação essencialmente digital e também tentando caracterizar os nossos adeptos. Porque há adeptos que gostam do Benfica, mas não estão dispostos a gastar um euro com o Clube, e depois há adeptos no extremo da pirâmide (que tem cinco níveis). Estou a falar do sócio que acompanha o Benfica por todo o lado, compra todo o merchandising e quase está disponível para dar a sua vida pelo Benfica. Temos uma comunicação distinta para cada um destes públicos e vamos incentivá-la.

“AQUILO QUE FAZEMOS, FAZEMO-LO PARA OS SÓCIOS”

A edição 2018 da Internacional Champions Cup foi apresentada na terça-feira e o Benfica voltou a ser convidado. É mesmo o único clube do Top 5 das ligas europeias. O que é que significa este novo convite?

A empresa com quem temos trabalhado nos últimos anos, e que organiza a ICC, reconhece muito o valor do Benfica e sabe que cada vez que está presente, nomeadamente no mercado americano, consegue atrair um conjunto de público diferente, que vive a paixão pelo Clube de uma forma muito intensa. Pelo lado dessa empresa existe sempre uma vontade de ter o Benfica a disputar esta competição, que não existe apenas na América, mas também no mercado asiático e agora também na Europa.

O primeiro jogo é com o Sevilha e disputa-se em Zurique, na Suíça…

Esse jogo foi trabalhado no sentido de respeitar os nossos objetivos em termos de pré-época. Não conseguimos fazer os três jogos no mercado americano. Por vontade deles, estaríamos lá todos os anos. Estivemos lá em 2015, regressamos agora no verão. Existe aqui uma questão que tem que ver com o início da competição oficial em Portugal. Temos tentado fazer que seja pelo menos uma semana depois de 4 de agosto para podermos dar mais visibilidade ao Benfica nos mercados internacionais. O arranque da época noutros países acontece mais tarde. Temos tentado convencer a Federação a adaptar o nosso calendário. Até agora não tem sido possível.

“O BENFICA ATRAI UM PÚBLICO DIFERENTE, COM PAIXÃO”

Aproxima-se o fim da época 2017/18 e o Benfica não depende apenas de si para ser campeão. Acredita no Pentacampeonato?

Acredito e todos os Benfiquistas têm de acreditar. Aquilo que transmiti no âmbito da nossa comunicação interna foi que temos de fazer o nosso trabalho. Temos de trabalhar para ganhar os próximos quatro jogos e depois se verá no final o que fizeram os nossos concorrentes. O grande desafio é nós acreditarmos, fazermos o nosso trabalho com competência, garra e profissionalismo, com aquelas que foram as características do Benfica ao longo de grande parte da época. Se conseguirmos ter uma boa reta final, acredito que seremos premiados, sabendo que não dependemos de nós, mas sabendo também que o Benfica merece este Pentacampeonato.

VER MAIS
Arbitragem Azuis Futebol

Vídeo: Descobre as diferenças na arbitragem de Soares Dias

É evidente a dualidade de critérios de Artur soares dias que deixou de ter condições para apitar jogos do FC Porto porque sempre os beneficia e do Benfica que sempre prejudica. E a questão é muito simples, toda a gente sabe que Soares Dias foi ameaçado pelos super dragões, porque não apresentou queixa como outros colegas fizeram?

As claques legais ligadas ao FC Porto, segundo a imprensa, ameaçam árbitros e o clube do apito dourado, nos dois jogos com rivais, recebe o mesmo árbitro que decide sempre a seu favor. Basta ver estas duas faltas. Não adianta virem com a conversa de ex-árbitros que prejudicaram o Benfica enquanto árbitros.

Para finalizar a jornada, tivemos uma autentica palhaçada no Restelo. Tanto árbitro como VAR, falharam escandalosamente a favor do Sporting. Por esta altura o Sporting seria 5º classificado. Depois do que aconteceu em Tondela, há coragem de o nomear para VAR num jogo do Sporting?

VER MAIS
Futebol top

Benfica emite comunicado sobre os Bilhetes do Estoril

A Sport Lisboa e Benfica SAD informa que, há mais de duas semanas e atempadamente, alertou a Liga Portugal sobre a necessidade de precaver as condições de acesso e utilização da bancada topo do Estádio António Coimbra da Mota, junto da Estoril Praia – Futebol SAD e da Câmara Municipal de Cascais, tendo em conta o jogo que se realiza no próximo sábado, dia 21 de abril.

Mais tarde, manifestámos a nossa estranheza pela situação, pouco normal, de se estabelecer preços mais caros de 18 euros para a bancada topo, em detrimento de preços mais baixos de 12 e 15 euros para as bancadas centrais.

Foi-nos informado que a manutenção desta situação se deve ao facto de as intervenções previstas para a parte de baixo do piso zero da bancada de topo não terem ocorrido dentro do prazo e tal como se tinha comprometido, por responsabilidade da Câmara Municipal de Cascais.

Não estando em causa as condições estruturais e de segurança do Estádio António Coimbra da Mota, entende a Sport Lisboa e Benfica SAD tornar público o conjunto de diligências que realizou, esclarecendo que lhe é alheia a definição da tabela de preços para este jogo.

VER MAIS
Futebol top

Varandas Fernandes: “Eu acredito que o Benfica tem possibilidades de discutir o título nacional até à última jornada”

O Benfica não se rende e, jogo a jogo, olha para as últimas quatro jornadas da Liga NOS com a convicção de que é possível ganhar o título nacional e concretizar a conquista do Pentacampeonato. O vice-presidente Varandas Fernandes apela à mobilização maciça dos adeptos para o desafio com o Estoril, às 20h30 de sábado, na Amoreira.
“É importante dizer ‘presente’. O momento deve ser de mobilização e de confiança. Acredito que a equipa vai dar uma boa resposta”, projetou Varandas Fernandes em entrevista à Rádio Renascença.

“Tudo pode acontecer. Toda a gente viu o que se passou no domingo. Não vou comentar arbitragens. Eu acredito que o Benfica tem possibilidades de discutir o título nacional até à última jornada, e acho que é isso que vai suceder”, reforçou o vice-presidente.

O treinador Rui Vitória é credor de confiança inabalável. “Rui Vitória é bicampeão nacional e aquilo que eu sei, da vivência que tenho no Clube, é que é uma pessoa extraordinária, um grande treinador. Acredito que é ele que nos vai levar ao Penta. E como acredito que é o treinador ideal para o Sport Lisboa e Benfica, não tenho de fazer críticas nem comentários às táticas ou às substituições”, vincou Varandas Fernandes.

Questionado sobre a arbitragem de Artur Soares Dias no clássico do passado domingo, o responsável benfiquista sublinhou a relevância da crítica construtiva. “Não critico porque não sou especialista em arbitragem. Há pessoas ligadas ao desporto e ao futebol muito mais competentes para criticar de uma forma construtiva e apontar sustentadamente quais foram os erros. Não é dizer por dizer, tem de se explicar”, afirmou.

Fazendo uma análise àquela que tem sido a história da temporada e do Campeonato, Varandas Fernandes recrimina os ataques sucessivos aos dirigentes do Benfica. “Se existe uma ação concertada, é uma coisa deplorável”, acentuou. “Temos visto um Campeonato a desenrolar-se com ataques sucessivos ao Benfica, aos árbitros que intervêm nos jogos do Benfica, a membros da nossa Direção e ao presidente do Clube, à estrutura… O que constato são estas realidades”, reforçou.

VER MAIS
Futebol top

Como o treinadores falam do suposto jogo de Vitória para o empate

As alterações de Rui Vitória na segunda parte colheram grande parte das críticas dos benfiquistas nas redes sociais após a derrota caseira frente ao FC Porto (0-1), que deixou os tetracampeões nacionais mais longe do penta. A imprensa decidiu recorrer a um painel de treinadores oara saber se o técnico dos encarnados, que ontem completou 48 anos, agiu bem e estes defendem Vitória na maior parte das decisões. “O problema não esteve nas substituições”, começou por aferir Carlos Azenha.

“Na segunda parte, o FC Porto fez uma coisa que o Benfica demorou muito a perceber: colocou Brahimi e Otávio a jogar no meio e entrelinhas. Muitas vezes o Benfica ficou exposto às movimentações”, vincou, corroborado por Daúto Faquirá, que entendeu a colocação de Samaris em campo pelo facto das águias estarem “a perder o controlo do jogo”.

Por seu turno, Vítor Manuel reiterou que Sérgio Conceição foi mais audaz e “acrescentou algo ao jogo” com as substituições ao contrário de Rui Vitória que “retirou qualquer coisa”. “Ou arriscava tudo num 4x4x2, passando um sinal de preocupação ao FC Porto, ou Seferovic entrava muito mais cedo para o lugar de Jiménez, que estava em falência física”, justificou.

Na 1.ª pessoa

DAÚTO FAQUIRÁ

“O Benfica estava a perder o controlo do jogo na 2ª parte. O Marega estava a jogar perto do Soares de forma declarada e o FC Porto estava bem. O facto de jogar com mais um médio não é opção de tração atrás. Tem a ver com a compreensão do treinador, no momento, de que era preciso ter mais bola e partir para a ofensiva. É fácil depois do jogo dizer que se retirou um agitador como Cervi para colocar Samaris. Com Salvio, tentou que houvesse maior envolvência no espaço interior.”

CARLOS AZENHA

“O problema do Benfica não esteve nas substituições. Foi mais agressivo nos duelos e foi mais incisivo sobre o portador da bola. Na 2ª parte, o FC Porto fez uma coisa que o Benfica demorou muito a perceber: colocou Brahimi e Otávio a jogar entrelinhas. Muitas vezes, o Benfica ficou em igualdade numérica e fica exposto ao FC Porto. Samaris não entrou para defender, é exatamente o contrário. Rui Vitória faz a substituição para ganhar o equilíbrio do meio-campo. ”

VÍTOR MANUEL

“Sérgio Conceição acrescentou algo no jogo e Rui Vitória retirou qualquer coisa por perceber que empatar era um mal menor, já que o mantinha na liderança. Os treinadores têm de saber viver com isso. Ou arriscava tudo num 4x4x2, passando um sinal de preocupação ao FC Porto, ou Seferovic entrava muito mais cedo para o lugar de Jiménez, que estava em falência física. Fazia sentido a entrada do Salvio para ocupar espaços centrais, mas retirar Rafa retirou também capacidade de chegada à área.”

VER MAIS

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores

Siga-me no Twitter