Benfica dispara 17% em bolsa para cotação mais alta em mais de um ano

12

As acções da sociedade anónima desportiva (SAD) do Benfica dispararam esta sexta-feira, 11 de Agosto. Cada título fechou a sessão a valer 17% mais do que na véspera. Não valiam tanto há mais de um ano.

Os títulos da SAD encarnada ganharam, então, 17,29% para 1,35 euros. Foi esta a cotação de fecho a 4 de Abril de 2016, que nunca mais tinha sido repetida até hoje. Já a subida foi a mais expressiva desde Dezembro de 2015, num dia em que o PSI-20 desceu 0,97%, acompanhando a desvalorização sentida por toda a Europa.

A subida expressiva foi acompanhada de uma intensa troca de acções: mudaram de mãos mais de 63 mil títulos esta sexta-feira, acima das 2.355 transaccionadas na sessão anterior. Em média, cada sessão da SAD do Benfica regista uma negociação de 6.696 títulos por sessão nos últimos seis meses.

Na semana, a valorização da empresa presidida por Luís Filipe Vieira foi de 25%.

As SAD de futebol costumam ter um volume inferior às restantes empresas cotadas, até porque têm um reduzido capital disperso por pequenos investidores. Um exemplo é a sociedade anónima do Sporting, em que hoje foi trocada apenas uma acção, ainda assim suficiente para elevar a cotação em 2,86% para os 0,72 euros. O Porto manteve-se inalterado nos 0,62 euros, sem qualquer variação.

Este é, também, um dos motivos para que qualquer transacção possa influenciar de forma expressiva o preço – ao contrário do que acontece com sociedades com maior liquidez na troca de acções.

O último facto relevante da SAD encarnada comunicado através do site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) é o da venda de Nelson Semedo ao Barcelona.

Já o clube, que venceu no sábado a Supertaça frente ao Vitória de Guimarães, jogou esta quarta-feira, para a primeira jornada do campeonato nacional, tenho vencido por 3-1 ao Sporting Clube de Braga. Os três grandes ganharam todos nesta primeira jornada.

COMPARTILHAR