Now Reading:
Devido às campanhas anti-Benfica as vendas de jornais cairam a pique. Eis os resultados.

Devido às campanhas anti-Benfica as vendas de jornais cairam a pique. Eis os resultados.

Saíram hoje os dados oficiais da APCT referentes às vendas de jornais e revistas e diários. Os grupos económicos que deram as mãos contra o Benfica tiveram quedas abruptas no 4º bimestre do ano (Julho e Agosto, no pico da divulgação dos e-mails) e foram fortemente penalizados quando comparando estes dados com os do período homólogo de 2016. Estes dados são referentes ao número de exemplares diários que venderam a menos.

Global Media Group – Venderam menos 9815 jornais por dia:
Dn – Menos 2768
Jn – Menos 3859
Ojogo – Menos – 3188
Cofina – venderam menos – 25600
Correio da manhã – Menos 11503
Record – Menos 8274
Sábado – Menos 5823 (sai apenas uma vez por semana)
O Jornal expresso, através dos execráveis Nicolau Santos e Pedro Candeias também foram fortemente penalizados.
Expresso – Menos 7408

Não aprenderam nada com a Sporttv, querem atacar o Benfica, mas nós benfiquistas penalizaram onde mais lhes dói, no bolso! Estes dados são relativos às vendas diárias, no caso da revista sábado, é relativo à venda por publicação, ou seja, só sai uma vez por semana. Querem continuar a atacar o Benfica então prepararem-se que o melhor está par vir.

Nós benfiquistas temos de continuar a travar este tipo de batalha e deixar de patrocinar as pessoas que diariamente insultam e prejudicam o nosso clube.

Link dos dados http://www.apct.pt/Analise_simples.php

Input your search keywords and press Enter.