Hóquei em patins: Nomeações provocatórias continuam

3358

A vergonha no hóquei em patins em termos de arbitragem continua. Desta vez, para os 1/4 de final da taça de Portugal a jogar-se no pavilhão da Luz, às 16 horas de sábado, o conselho de arbitragem nomeou: Orlando Panza e Paulo Almeida.

São nada mais nada menos que os dois árbitros com mais nomeações nos jogos da Oliveirense que está em primeiro lugar. Árbitros da zona norte (Porto Aveiro). Com estas nomeações cai por terra a desculpa/justificação dos custos das deslocações usada para que FC Porto e Oliveirense raramente tenham árbitros do Sul a apitar os seus jogos. Com o Benfica isso não acontece pois o clube já teve árbitros do Minho num Benfica-Juv. Viana e agora esta dupla num Benfica-Barcelos.

Com esta “coerência” de nomeações “os bons velhos tempos” estão de regresso com irmãos Pinto na casa do amigo dragão. Em casa com a Oliveirense deve ser Orlando Panza e Paulo Almeida ou Paulo Santos e na deslocação ao Sporting Paulo Raínha é certo (é o árbitro que mais vezes apitou o mesmo clube esta época) e provavelmente um irmão “Pinto” para se certificarem que o trabalho será bem feito.

Ainda recentemente o jornal “o jogo” (jornal nada benfiquista) escreveu duas páginas sobre o descontentamento dos clubes sobre as nomeações e os critérios das mesmas, tendo o Presidente do CA refugiando-se na “falta de qualidade dos árbitros” e que os “clubes grandes queriam sempre os mesmos”. O Benfica não escolhe árbitros e nem quer escolher mas pelos vistos há clubes a escolher árbitros para os seus jogos e para os jogos do Benfica.

Contenção de custos? Já se ouviu desculpas melhores. Recordar que o Benfica está na luta pelo tricampeonato, é campeão europeu e continental e vai disputar a intercontinental, assim como ainda está a lutar para ser novamente campeão europeu. Outros gastam fortunas em equipas e tentam abater o Benfica, mesmo que este não seja líder do campeonato.

COMPARTILHAR