«Mais 29 quartos no Seixal»

Luís Filipe Vieira está de olhos postos no futuro e sente que as infraestruturas do Seixal estão a tornar-se insuficientes para as necessidades estratégicas do Benfica. E projeta, já para o ano que ontem arrancou, uma série de mudanças, a começar, segundo revela, «pelo alargamento do Caixa Futebol Campus, com a criação de mais áreas de trabalho e capacidade de alojamento». Ou seja, e concretizando, Luís Filipe Vieira aponta para «a ampliação do edifício, aumentando em mais 29 quartos e 58 camas a sua capacidade hoteleira, criando novos ginásios de manutenção e recuperação e aumentando a áreas de trabalho para todo o staff técnico, Benfica LAB e equipa médica».

«Mais quatro ou cinco campos»

Mas os melhoramentos não se ficam pela capacidade hoteleira. Luís Filipe Vieira fala em «aumentar muito a capacidade de espaços para treino, encontrando terrenos junto ao atual equipamento de forma a criar no mínimo mais 4 a 5 novos campos de treino». Segundo o presidente do Benfica «a expansão não ficará por aqui». «Para nós o Seixal terá de ser a fonte de riqueza de futuro do clube. Esta é a grande aposta do Benfica.»

«Haverá uma residência sénior para benfiquistas»

Há muito que Luís Filipe Vieira se preocupa com a situação de vida das antigas glórias do Benfica. Nos seus mandatos, tornou-se habitual ver as referências do passado a frequentar o camarote presidencial da Luz e em várias ocasiões marcantes na vida do Benfica foram convidados a viajar com a equipa. Isso aconteceu, por exemplo, nas finais da Liga Europa em Amesterdão e Turim, quando Vieira convidou todos os campeões nacionais pelo Benfica para assistirem aos jogos. Por isso não admira que o presidente encarnado coloque como prioridade a criação de uma residência sénior. «Outro projeto em que estamos a trabalhar, estando hoje a ser procurada e ultimada a escolha do terreno onde se vai localizar, será a criação da Residência Sénior. É um projeto de grande exigência técnica mas em que estamos muito empenhados.» Trata-se de uma forma de criar ou melhores condições de final de vida aos antigos jogadores, ou, pelo menos, garantir-lhes assistência médica na terceira idade. A rentabilização será feita com a abertura a benfiquistas que queiram eleger este espaço para passarem a fase final da sua vida. O espaço irá acolher cerca de 90 residentes.

«Parcerias com a Junta de Freguesia de São Domingos de Benfica»

Para obviar a falta de — equipamentos e potenciar a expansão do Benfica nas modalidades, Luís Filipe Vieira afirma: «já estamos a fazer parcerias com a Junta de Freguesia de São Domingos de Benfica, de forma a que através do aluguer e gestão de equipamentos da comunidade, se esteja a alargar a nossa oferta e nos permita estar mais perto de mais jovens, uma área onde o crescimento da procura tem sido notável em algumas modalidades.»

«Vai nascer um Centro de Treino de Alto Rendimento»

Esta deverá ser a obra mais emblemática do presente mandato de Luís Filipe Vieira. Para fazer face às necessidades das modalidades de alta competição, que não encontram resposta nas atuais condições do clube nem nas estruturas públicas de apoio, o Benfica propõe-se, avançar com ambição para um grande projeto estruturante. Diz Luís Filipe Vieira: «Estamos a fechar na Área Metropolitana de Lisboa, a licença de concessão de um terreno por direito de superfície por 70 anos, para a criação de um Centro de Treino de Alto Rendimento para as modalidades e também para o futebol, que pretendemos equipar com o que de mais avançado e inovador existe, naquele que vai ser mais um marco da afirmação do nosso projeto de futuro.»

«Projeto educativo (ligado às escolas»

O âmbito social tem sido uma preocupação do líder encarnado e a Fundação Benfica é uma peça importante em tudo o que envolve essa vertente. Luís Filipe Vieira revela que «o trabalho da Fundação também continua a crescer de dia para dia» acrescentando estarem ainda «a desenvolver um projeto educativo ligado às escolas com visitas ao Museu Cosme Damião que conta com parcerias com diversas instituições e personalidades destacando-se, entre outros, a participação da Editora Leya, do Inatel, ACP, Barraqueiro e personalidades como Isabel Alçada ou Ana Maria Baptista.»

«Benfica Rádio e novo `site’»

O Benfica também vai pisar novas rotas na área da comunicação. O presidente diz como: «Gostaria de destacar dois projetos, o lançamento do novo site que na prática será toda uma nova plataforma digital, contributo decisivo para a aproximação aos milhões de sócios, adeptos e simpatizantes do SLB espalhados pelo mundo e a Benfica Rádio que completará e se integrará no conjunto de ofertas que o nosso clube oferece nos mais diversos meios.»

«Vai nascer na Baixa o Hotel Benfica»

Lisboa vive dias de crescimento turístico sem paralelo e a Baixa alfacinha está, todos os dias, a criar condições para alojar quem visita a capital de Portugal. Por isso, Luis Filipe Vieira vai avançar com um novo e ambicioso projeto, que explica da seguinte forma: «Tendo detetado a forte projeção da nossa loja no centro de Lisboa, estamos a pensar seriamente em construir o primeiro hotel temático do Benfica, aproveitando o nosso edifício histórico, com uma localização de excelência na Rua Jardim do Regedor, onde funcionou, em tempos, a secretaria-geral, numa altura em que Lisboa está em profundo crescimento como polo de atração turística.

«Ligação em rede de todas as 290 Casas do Benfica pelo mundo»

Ao longo dos mais de treze anos que leva na presidência do clube da Luz, Luis Filipe Vieira sempre deu multa atenção às Casas do Benfica. No ano que agora começa, o investimento nesse setor tão caro aos sócios vai ser aprofundado, no sentido de uma rápida modernização. «Temos 290 casas em todo o mundo», diz Vieira. «90 Já estão uniformizadas quanto ao design e materiais no exterior e interior e ligadas em rede e com venda de produtos diferenciados para sócios e clientes. Mas este ano, o grande objetivo é a ligação em rede de todas as casas, para que em qualquer parte do mundo se passe a poder utilizar todos os serviços proporcionados pelo Benfica, permitindo que os benfiquistas estejam em permanente ligação e comunicação com o clube, para que se tome mais fácil, aquilo que mais gostaríamos — que para todos os milhões de adeptos e simpatizantes do Benfica passe a ser mais fácil e vantajoso ser sócio do Benfica.»

COMPARTILHAR