Miguel Sousa Tavares arrasa Bruno de Carvalho

Ontem a casa da democracia recebeu o presidente do Sporting para discutir a violência no futebol. Ele que todos os dias, no seu Facebook, assim como o seu empregado, não fazem outra coisa que não insultar tudo e todos. Bem sei que depois deste artigo, o individuo que ontem fez birra na AR, se vai atirar ao Miguel Sousa Tavares. Há muita coisa que não concordo, até porque é adepto do FC Porto e gosta de mandar umas bocas, mas neste caso arrasou por completo Bruno de Carvalho.

No artigo do jornal A bola, Miguel Sousa Tavares disse apenas isto:

“E há outro presidente de clube, chamado Bruno de Carvalho, que independentemente das investigações e processo que lhe queiram instaurar, todos os dias prova no Facebook e demais instrumentos de ofensa gratuita ao dispor que é indigno de presidir um clube e habitar o futebol português. Que é um incendiário à solta, desprovido de um mínimo de educação e de maneiras de se comportar em sociedade e que não passa daquilo que todos os dias chama aos outros: um arruaceiro. Que os sócios do Sporting o tolerem e achem muito bem, convencidos que é pelo insulto e pela provocação constante a tudo e a todos que vão resgatar a glória perdida do clube, é uma coisa. Mas que a liga, a Federação e o governo o consintam e continuem a tolerar é outra. Este senhor deve ser irradiado do futebol português, ao qual não trouxe nada senão ódio e ridículo. Mas a comunicação social também tem uma palavra decisiva a dizer neste assunto: NÃO GENERALIZEM, não o desculpem fingindo que o discurso dele é o discurso de todos, sabendo muito bem que não é. Tenham a coragem de o enfrentar e de o tratar como aquilo que ele é e merece.”

Já no seu espaço de opinião na SIC voltou à carga.