Nelson Semedo no Barcelona e os “contornos do negócio”

2450

Por norma não temos por hábito abordar os negócios que são feitos porque nunca sabemos o que vai nos contratos e também por na maioria das vezes estaríamos a falar com o coração. O Sport Lisboa e Benfica aprendeu finalmente a não ter jogadores contrariados no clubes. Felizmente já são muito poucos aqueles que querem sair para outras bandas e na verdade o clube tem se portado bem com todos.

Nelson Semedo é a mais recente saída. Era das 3 saídas que já se previam e chegámos a pensar que conseguiríamos aguentar uma das jóias por mais um ano. Vindo da formação – sim porque a UEFA considera formação até aos 21 anos e a FIFA até aos 23 anos – é mais um que foi potencializado no Caixa Futebol Campus, o que deveria orgulhar qualquer Benfiquista.

PUB

No que toca ao valor do negócio, segundo o que corre nas redes sociais, não penso que seja mau negócio. Trata-se de um defesa em primeiro lugar e depois há outras clausulas no contrato que a ser verdade me parecem que fazem um bom negócio. Excelente seria nem vendê-lo mas aí de certo que o jogador ficaria contrariado.

– 30M€ pagos no imediato;
– 5M€ por cada 50 jogos oficiais ou particulares durante todo o tempo que o jogador estiver no Barcelona;
– 750m€ referentes a 5 anos de formação no Seixal, ao abrigo do Mecanismo de Solidariedade;
– 1 presença garantida do Barça na Eusébio Cup, com receita de bilheteira para o Benfica;
– Direito de opção do Benfica sobre um jogador da formação do Barça nos próximos 3 anos.

Se o que a página “Farmácia Franco” escreveu é verdade, vai ultrapassar largamente os 45M€. Barcelona não é um clube qualquer mas o Benfica é único.

PUB
COMPARTILHAR