Rui Santos, o perfeito mentiroso, faz um artigo inventando contradições dos vice-presidentes do Benfica

O artista Rui Santos continua com as audiências muito abaixo do que aquilo que ele sonhava. Aliás, o programa dele é capaz de ser visto só pelos seus amigos. No meio desta tourada ainda se tentou misturar noutros painéis para ver se ganhava algum mérito, mas não. Até ao domingo perdeu audiências.

Mas hoje, voltou ao ataque mostrando o que mais sabe fazer. Confundir os seus leitores inventando contradições nas intervenções dos vices-presidentes do Benfica. Mas vamos lá desmontar isto de forma simples e básica.

Rui Santos omitiu que entre a intervenção de Nuno Gaioso, no dia 7 de Março, e a intervenção de José Eduardo Moniz a dia 14 de Março, houve uma reunião onde a situação de Paulo Gonçalves foi analisada.

Nuno Gaioso disse isto dia 7 de Março:

No dia 9 de Março, a Benfica SAD emite um comunicado à imprensa, dia em que houve uma reunião com todos os elementos da SAD.

José Eduardo Moniz falou à BTV no dia 14 de Março dias depois da reunião.

Conclusão: Não há contradições mas sim duas intervenções em momentos diferentes e em contextos diferentes. Falta de honestidade intelectual de Rui Santos é tanta que ilude os leitores do Record com os seus joguinhos de manipulação.