Vice-Presidente: “O Rúben está a ser perseguido de forma vergonhosa, tendo como objectivo único atingir o SL Benfica…”

O vice-presidente Varandas Fernandes lança um olhar crítico sobre o processo sumaríssimo instaurado a Rúben Dias. Este caso “é mais uma evidência da dualidade de critérios que tem sido vista ao longo de toda a temporada, com prejuízo óbvio na maioria das vezes para o Benfica”.

Após o dérbi do último sábado, a Comissão de Instrutores da Liga, por mote próprio, resolveu instaurar um processo sumaríssimo a Rúben Dias por causa de um lance protagonizado com Gelson Martins. Que comentário lhe merece esta iniciativa?

Permita-me que fale primeiramente de Rúben Dias. É um defesa criado nas escolas do Sport Lisboa e Benfica, competitivo, mas que não tem comportamentos violentos. O atleta não merece ser tratado da forma como tem vindo a ser tratado. O que se passou com esta decisão de abrir um processo sumaríssimo é só mais uma evidência da dualidade de critérios que tem sido vista ao longo de toda a temporada, com prejuízo óbvio para o Benfica. Assistimos a uma série de outros lances em diversos jogos em que intervieram jogadores dos nossos adversários que não mereceram o mesmo tipo de tratamento e de atuação no capítulo da disciplina. Lamentamos que assim seja. O Rúben está a ser perseguido de forma vergonhosa, tendo como objectivo único atingir o SL Benfica… Se o Rúben merece ser castigado, o que se dirá do jogo agressivo praticado por Rui Patrício, Mathieu, Coates ou Fábio Coentrão sobre os nossos atletas?

Nos últimos dias foi atribuída aos adeptos do Benfica a entoação de cânticos menos apropriados num estádio de futebol. Como encara este episódio?

O Benfica é, e sempre foi, um clube que preza os valores e os princípios da ética desportiva. Devemos combater a apologia do ódio e contribuir para a defesa dos valores desportivos. A liberdade de expressão não implica ódio, pelo contrário deve ter dignidade. Condenamos tudo o que seja pela violência, em qualquer clube e em qualquer campo, seja qual for a modalidade. No entanto, também lamentamos, e isto é factual, que nos festejos dos nossos adversários o que ouvimos predominantemente são cânticos a ofender o Benfica, dirigentes, Sócios e adeptos.

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores

Siga-me no Twitter