15 gajos que “agrediram” sem partir os óculos fazendo um ferimento no lábio ao Miguel Albuquerque

Como pode acusar os Benfiquistas de ser os autores de agressões à saída do estádio no final do jogo se os benfiquistas ficaram no estádio a ver a entrega da taça? Miguel Albuquerque está sempre envolvido em alugadas cenas de pancadaria. No dragão caixa apenas uma pessoa lhe colocou um olho negro. Lamentamos e condenamos como sempre mas temos de dizer basta a este tipo de acusações.

15 indivíduos e só lhe fizeram um ferimento no lábio? 15 indivíduos e não lhe partiram os óculos? Nem um olho negro? Por muito que queiram esconder os 5-0 que levaram não lhes dá o direito de acusarem adeptos do Benfica. Quem estava mais chateado com o resultado eram os adeptos do Sporting e não os do Benfica. Nós o máximo que podia os fazer era mandar umas bocas com a mão aberta como é natural.

Publicidade

Leia a publicação de Miguel Albuquerque na íntegra:

“No final do jogo da Supertaça de Futebol, no Estádio do Algarve e quando me dirigia para o meu carro, fui cobardemente atacado por cerca de 15 adeptos do Benfica devidamente identificados com camisola desse clube, que ao me reconhecerem avançaram em grupo desferindo vários murros na cabeça, socos e pontapés!

Um acto cobarde de gente sem escrúpulos ao me agredirem a traição e agindo em grupo.

Obrigado a todos os que se preocuparam com as notícias vindas a público, pelas muitas mensagens que recebi de preocupação!

Agora descansar e continuar a trabalhar!

Não será com actos destes que me vão desviar de continuar a ajudar o Sporting Clube de Portugal diariamente a lutar pelos seus objectivos e a defender o clube!”