1ª "Guerra" contra o Benfica custou mais de 6 mil euros ao Conselho de Disciplina | Hugo Gil

1ª “Guerra” contra o Benfica custou mais de 6 mil euros ao Conselho de Disciplina

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) decidiu dar provimento ao recurso apresentado por Luís Bernardo, diretor de comunicação do Benfica, ao castigo que lhe foi aplicado pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) na sequência de declarações que criticavam a atuação do árbitro Hugo Miguel no jogo entre Benfica e Sporting, em janeiro de 2018.

Por esse motivo, deu provimento ao recurso e condenou o CD da FPF ao pagamento de mais 6 mil euros das custas do processo.

Pub

E quem foi o instrutor da Comissão de Instrutores da Liga no processo que condenou o Benfica em 6.120 € por causa do programa Chama Imensa e que agora o Benfica acabou de vencer no TAD? Quem foi?
Sergio Rola…o mesmo do jogo de interdição… advogado, estagiário de Adelino Caldeira…um portista fanático.