Agencia cosmos, tem tambem uma importante ação nesse esquema… , mas mais vergonhoso ainda é Fontelas Gomes não vir prestar declarações, mas mais vergonhoso ainda, é Pedro Proença contactar o C.A e Fontelas recusar-se a reunir para falar do caso, mais incrivel ainda , é o C.A nem sequer responder ao ultimo pedido de reunião… está mais que visto, e provado, até pela inércia do C.A, que são cumplices neste processo, ou então incompetentes… qualquer que seja a situação, o Benfica DEVE e os socios EXIGEM, que o clube publicamente peça a sua demissão….., não se torma um mero acto formal, mas sim um DEVER, em defesa do Futebol e do Benfica…
A pouco e pouco, os tentáculos do Polvo vão aparecendo à tona da água.

Recebemos a informação dos árbitros na quinta-feira passada, dia 18 de Abril, por volta das 18h00.

Corre nas redes sociais mais uma vergonha que foi descoberta nos últimos dias. Não só quem alegadamente anda a divulgar as nomeações como a agência que trata da viagem dos árbitros ser a mesma do caso Calheiros. Passo a transcrever:

A informação surgiu através de um leak que saiu de membros afectos à claque legalizada dos Super Dragões. Repetimos: a informação saiu da claque dos Super Dragões.

A informação seria apenas lançada na sexta-feira, mas após verificarmos que César Boaventura também já tinha a informação, decidimos antecipar a sua saída e lançar a mesma na quinta-feira.

Não é a primeira, a segunda ou a terceira vez que isto acontece. De facto, a claque dos Super Dragões tem sabido SISTEMATICAMENTE das nomeações dos árbitros dias antes das mesmas serem decididas e referidas oficialmente, desde o início do campeonato.

Isto leva-nos a algumas questões:

1) Porque é que Fontelas Gomes ainda não abriu um inquérito interno para apurar QUEM É A TOUPEIRA DO FC PORTO que está a permitir que fugas gravíssimas de informação sejam partilhadas previamente com uma claque de futebol, claque essa que depois usa a informação para ameaçar e coagir árbitros e as suas famílias, de forma a obter benefício direto nos jogos do FC Porto?

2) Perante tamanha gravidade, é com muita estranheza que verificamos que NEM UM ÚNICO JORNAL OU CANAL TELEVISIVO deu relevância a este assunto. É grave, é estranho e é demonstrativo da podridão que reina não só no futebol português, mas também na comunicação social portuguesa, que tudo faz para camuflar e omitir a corrupção que existe nos pilares do desporto português e os seus verdadeiros culpados.

3) Uma vez mais, fica claro o organograma que a equipa do Polvo das Antas desenhou. As ligações, a promiscuidade e as influências de um clube perante todo o futebol português e os seus representantes. O futebol português é, todo ele, uma farsa com tons azulados e esverdeados, tendo a complacência da maioria da comunicação social.

4) Sendo que Fontelas Gomes se apressou a apresentar queixa na Polícia Judiciária quando César Boaventura partilhou antecipadamente informação sobre nomeações (informação essa que partiu… dos Super Dragões), ficamos todos à espera que siga o seu próprio exemplo e se apresse em apresentar novamente queixa na Polícia Judiciária, desta vez contra a claque do FC Porto, claque essa legalizada.

5) Se Fontelas Gomes, Pedro Proença ou Fernando Gomes não se pronunciarem nas próximas 48 horas, o Polvo das Antas não terá outra alternativa senão apresentar queixa na UEFA. Isto é absolutamente ultrajante e inadmissível e não permitiremos que a bandalheira continue.

6) Para finalizar, a equipa do Polvo das Antas informa que a fuga de informação relativa às nomeações dos árbitros provém do vogal do Conselho de Arbitragem, Ricardo Duarte. Este passa a informação a Luís Gonçalves que, por sua vez, faz chegar a informação aos Super Dragões para que estes façam o seu trabalhinho de coação e ameaças aos árbitros e suas famílias.

O objectivo é muito claro. Alguém consegue adivinhar qual é?

A equipa do Polvo das Antas.