A falta de coerência continua na análise dos lances por parte de ex-árbitros

Na passada jornada já aqui tinha sido denunciado que os especialistas em arbitragem, estão ao serviço da cartilha do FC Porto ignorando as leis de jogo(VER AQUI).

Tudo que não seja assinalado a favor do Benfica, os especialistas têm ordens para estar do lado do árbitro do jogo. Tudo o que seja situações que prejudicam o Sporting e FC Porto, mas que não são assinalados, as ordens são para elogiar o árbitro. Só que no futebol há lances iguais/parecidos e que levam a estes especialistas a serem apanhados com as calças na mão. Pensam que o futebol português vive do momento fazendo as pessoas de parvas. Na temporada passada, Bas Dost sente o toque e atira-se para o chão. Nota-se perfeitamente que depois de sentir o toque a fita que fez. Ainda assim todos disseram que era penalti. No sábado, João Félix é claramente empurrado, basta olhar para o movimento em tesoura do braço de Jefferson. Os especialistas escreveram que não é penalti.

No jornal do Sporting, metem um frame do lado errado para dar uma visão diferente do lance. Fui eu que coloquei o frame certo de modo a que as pessoas vejam e não se sintam enganadas. Dá para perceber o que esta gente tenta fazer para enganar o público.

Na segunda parte dos rameiros do apito, temos grande tribunal ojogo. Fazem exactamente a mesma coisa que os do jornal Record. A missão é aquela que já escrevi acima, prejudicar o Benfica e dizer que não há razões para queixa.

Na bola, Duarte Gomes diz que o lance de Bas Dost também é penalti. Mas neste derbi “esqueceu-se” de abordar o lance que envolve o João Félix. Veremos se tem coragem ou vai fazer o mesmo que os seus colegas entrando em contradição.

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores