Advertisement

A Federação Portuguesa de Ciclismo que repudiou declarações do Benfica não tem nada a dizer sobre o doping no FC Porto?

Advertisement

A Federação Portuguesa de Ciclismo repudiou as declarações proferidas pelo presidente do Benfica a propósito da conotação da modalidade com práticas de doping em 2017.

Através de comunicado, publicado na página oficial da Federação na rede social Facebook, o organismo presidido por Delmino Pereira não foi particularmente meigo na resposta a Luís Filipe Vieira.

“A Federação Portuguesa de Ciclismo repudia a expressão pública de um preconceito contra a nossa modalidade por parte do sr. presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira. Infelizmente, todos sabemos que o doping é um problema transversal a todo o desporto de alto rendimento, assumindo-se como um flagelo que atinge também o desporto amador e recreativo, não sendo exclusivo de qualquer modalidade”, pode ler-se na referida missiva, num texto em que não se deixa de estranhar a postura assumida por Vieira.
“Um dirigente desportivo com a responsabilidade de presidir a um clube histórico repita ideias-feitas sobre uma das modalidades desportivas que, em Portugal e a nível internacional, mais tem investido na luta contra a dopagem”, conclui a nota.

“No ciclismo, há essa vertente complexa [do doping]. Não fomos bem sucedidos, é uma modalidade cara e, mesmo que arranjássemos alguém para pôr o nome do Benfica, tenho algumas dúvidas se nos devemos meter nisso. Por aquilo que sucede no ciclismo, não aconselho o Benfica a entrar nessa modalidade”, reagiu o líder do emblema da Luz.

Ora passado uns anos foram retiradas duas voltas ao FC Porto devido ao doping. Será que Delmino Pereira tem algo para dizer em relação ao doping ou só fala quando se trata do Benfica?

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo