A imprensa é cúmplice dos crimes pois usou um criminoso como fonte

Os meios de comunicação social, mais concretamente os hostis ao Benfica, que divulgaram correspondência privada roubada sob a designação de “Fontes”, hoje tratam a tal “Fonte” como Pirata Informático e outros qualificativos do mundo do crime. Ou seja, são cúmplices dos crimes.

Andam também a branquear que o hacker foi detido pelo que se passou no Football Leakes e a dar a entender que o Sporting e o FC Porto são vitimas neste caso. De facto é para rir porque que caso fosse mesmo sobre o Football Leaks, era a interpol que lá estava e não a polícia judiciária portuguesa.

Publicidade

Neste momento andam loucos para tentar salvar a pele. Andam loucos para criar uma narrativa que defenda o FC Porto e o Sporting falando naquele que lhes deu material para usarem e abusarem. A vida é mesmo assim, os grandes tentam safar a pele deixando cair os pequenos. Hoje o hacker foi apanhado, a imprensa tenta sacudir a água do capote enquanto os visados promovem uma cartilha para se safar.