Advertisement

Abola queixa-se de falta de acesso à Assembleia Geral

Advertisement

O jornal Abola criticou ontem o Benfica por não ter acesso ao pavilhão nº 2 da Luz, local onde decorreu a Assembleia Geral. Mesmo não se podendo aproximar, não fizeram como a Cofina, que passou a noite toda a divulgar vídeos do interior da reunião que é privada aos meios de comunicação social.

Há uns que, apesar de criticarem a medida respeitam e depois há outros que de forma vergonhosa, acham que podem tudo sob a capa de informar. Uma Assembleia Geral não é um circo mediático para se passar nas televisões e de certa forma isso tem de acabar. Hoje ficaram de fora, amanhã poderá ser de outra forma.

Advertisement

 

“Em noite de Assembleia Geral do Benfica, a Imprensa não foi autorizada a aproximar-se do Pavilhão n.º 2 da Luz, o local onde os sócios vão reunir-se.

Nem os repórteres de imagem puderam entrar para captar imagens junto ao pavilhão, sendo de imediato interpelados por seguranças.

O início da Assembleia Geral estava marcado para as 20.30 horas, com um único ponto na ordem de trabalhos: deliberar sobre o orçamento ordinário de exploração, o orçamento de investimentos e o plano de atividades, elaborados pela Direção para o exercício de 2022/2023”, escreveu no seu site.

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo