Adi Hutter: “Tivemos sorte por não haver VAR. O Kostic estava fora de jogo”

Adi Hutter, treinador do Eintracht Frankfurt, reconheceu, sem rodeios, que o primeiro golo da equipa alemã, da autoria de Kostic, deveria ter sido anulado por fora de jogo do avançado sérvio.

«Tivemos sorte por não haver VAR. O Kostic estava fora de jogo, mas vejo o quadro inteiro. Foi uma vitória merecida», salientou o austríaco.

«Sim, foi o jogo perfeito, sobretudo na primeira parte. Jogámos muito bem, não demos possibilidades ao Benfica. Mostrámos boa estrutura. O Benfica mostrou a classe individual, com Jonas, Salvio e Pizzi a virem do banco. Ganhámos merecidamente. A primeira mão foi um jogo atípico, com a expulsão. Mas o golo do [Gonçalo] Paciência fez-nos passar. Foi jogo perfeito», exultou na conferência de imprensa.

«A viagem continua. Talvez uma surpresa para muitos. Foi uma noite bela, estamos nas meias-finais. Passámos por Shakhtar, Inter e Benfica e isso preenche-me, ser treinador desta equipa fantástica», realçou.

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores