Aquele meio milhão pago pelo Sporting à YoungNetwork para atacar o Benfica

Quando aqui se falou(ver nos links 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13) que o Sporting tinha uma máquina não oficial paga para atacar o Benfica, muitos riram-se. Quando se mostrou factos de que estavam a ser pagos e a ser usados pelo FC Porto, muitos ignoraram. Hoje sai uma notícia de dentro do Sporting que essa máquina custa meio milhão de euros ao clube.

Lembra-se quando o castigo do Saraiva foi reduzido colocando as culpas num dos autores do blog Mister do Café? Lembra-se quando a Young Network gozava o prato? Quando o Mister do Café anunciava o processo e-toupeira antes dele existir publicamente? E quando o Correio da Manhã citava os blogs pagos pelo Sporting? Ou quando eram apanhados em cartilha? E aquela noticia que os liga ao FC Porto? São tantas e tantas coisas que aqui foram faladas

De acordo com o “Correio da Manhã” esta segunda-feira, o Sporting gastou, nos últimos anos, cerca de meio milhão de euros anualmente com uma empresa de comunicação – em múltiplos contratos.

Esta empresa terá sido responsável por alimentar blogues a favor do clube e perfis falsos nas redes sociais – estes tanto atacariam os críticos (alvos definidos pelo Sporting) como defenderiam o clube de possíveis injúrias. Usaram e abusaram do segredo de justiça, divulgaram documentos oficiais, assim como documentos do Benfica.

Segundo o “CM”, esta forma de comunicação de “guerrilha” foi fundamental para Bruno de Carvalho nos ataques ao Benfica: foi assim que se espalharam muitas informações (verdades e não) e documentos referentes a processos judiciais (em segredo de justiça) em que o clube encarnado estaria envolvido.

Para quem falava nos Vouchers, processo que foi arquivado em inúmeras instâncias, estes indivíduos teriam direito a uma conta aberta num restaurante em Lisboa; no final de cada mês, as contas de refeição eram enviadas para o Sporting.