As broncas que o Record se “esquece” de anunciar nas capas

Advertisement

Não há muito tempo fizeram um caso a nível nacional sobre a contratação do Darwin para o Benfica. Questionaram, comissões, adiantaram valores e representantes. No fundo meteram tudo em causa e até o negócio que diziam que estava em risco. Quem regula a imprensa estava de férias. A novela só terminou quando Rui Costa explicou toda a operação. Ainda assim questionaram as suas palavras.

Hoje o mesmo jornal e o mesmo grupo de imprensa fez oposto. Por uma garantia bancária de 3 milhões de euros que não chega, o jogador que já fez exames médicos e até tirou fotos, continua sem ser apresentado. E parece que está tudo bem, porque o está mal, é o Benfica usar um crédito relativo a uma conta que vem do tempo de 2008/09 e renegociada em 2017. Também está tudo bem quando o FC Porto deve 750 mil euros e o presidente do Racing ameaçar com queixa na FIFA. Qual é o critério?

Ver esta publicação no Instagram

Acho que se enganaram na capa de hoje.😉

Uma publicação partilhada por Hugo Gil e Benfica (@hugogil07) a

Não caríssimo leitor, esta não é a capa do Record. Esta seria a capa se não houvesse protecção a determinados clubes. Esta seria a capa se não tivessem medo de a fazer. E nós também somos os responsáveis porque em vez de questionarmos a Liga, a FPF com o facto de um rival andar alegadamente com salários em atraso, anda a medir quem tem apoio de quem. Mas sobre esse assunto lá chegaremos.

Para estas pessoas bronca é tudo o que envolva o Benfica. O normal é não pagar treinadores, ter perdões nas VMOC´s, não pagar salários e não pagar aos clubes.