As razões da suspensão da AG da SAD

PUB

O facto de José António dos Santos ter nomeado António Pires Andrade para o Conselho de Administração da SAD, com o direito que lhe assiste os cerca de 16,3 % que detém, obriga a que o sexto administrador da composição inicial caia em detrimento do novo. O sexto e último era a Rosário Pinto Correia que seria automaticamente substituída pelo Pires de Andrade.

Se tal acontecesse, o Benfica incumpria a lei, porque passava a ter 5 homens e uma mulher, não respeitando a quota dos 33,3 por cento de igualdade de género imposta por lei nas sociedades.

PUB

Nesse sentido, a Assembleia foi suspensa para ser retomada a dia 24, com o mesmo ponto de trabalhos, a eleição do novo CA.
Até lá, terá de se encontrar uma solução para cumprir a lei. Ou José António dos Santos nomeia uma mulher ou alarga-se o Conselho de Administração da SAD para 7 ou mais elementos.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.