BCP mostra preocupação depois de perdoar a dívida do Sporting

Miguel Maya revelou que há uma preocupação com o Sporting, realçando que a instituição gostaria de “ver a situação do Sporting resolvida rapidamente”. O que não podem resolver rapidamente é os alegados crimes de corrupção no andebol e futebol.

O BCP é um dos maiores credores do Sporting, tendo inclusivamente acordado um perdão de dívida à SAD leonina, em conjunto com o Novo Banco.

“Obviamente vemos a situação com preocupação, pois trata-se de um clube centenário, com muitos adeptos”. “Gostaríamos de ver a situação do Sporting resolvida rapidamente”, afirmou Miguel Maya, à margem da Money Conference, organizada pelo Dinheiro Vivo e TSF.

O BCP e Novo Banco acordaram um perdão de dívida à SAD do Sporting, baixando de 135 para 40,5 milhões o valor da dívida às duas instituições, através dos Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (VMOC) detidos por estes. O corte, de 94 milhões, significa ainda que em vez de 44 milhões, o clube passa a precisar de reembolsar apenas 17,5 milhões para conseguiu a manutenção da maioria do capital na SAD.