Como é que o Benfica alegadamente consegue “comprar” alguém com bilhetes e outros têm de pagar 780 mil em facturas antigas?

Se este caso for como o caso dos bilhetes de Mário Centeno, então o Benfica terá de tomar ainda mais medidas. Falam de violação de segredo de justiça mas a cada 10 minutos vemos o grupo confina, assim como a SIC a violar esse mesmo segredo de justiça. Octávio Lopes, segundo os seus adorados colegas, nem foi a casa dormir mostrando que alegadamente saberia o que iria acontecer. O seu comportamento foi idêntico quando fizeram as buscas na operação Lex.

Mas de facto é fantástico ver a imprensa a vender mais um atestado de burrice a quem vê este tipo de canais. Então segundo o que esta gente diz, o FC Porto precisou de pagar supostamente uma divida antiga de 784 mil euros ao Estoril e teve o “azar” de vencer o jogo. O Benfica, com apenas 2 bilhetes, conseguiu “comprar” o ministro das finanças, com umas camisolas, conseguiu “comprar” os oficiais de justiça e com um jantar, conseguiu “comprar” os árbitros, segundo esta gente que dizem ser profissionais de informação mas que aparecem nos pequenos almoços como meninos bonitos do presidente do Sporting.

Com base nesta capacidade absolutamente notável de negociação, não admira que o Benfica esteja com excesso de liquidez e a baixar de forma bastante acentuada o seu passivo.

Os outros, fruto da incompetência que por ali paira, estão intervencionados, o passivo aumenta de forma descontrolada e até para jogarem melhor contra o Estoril precisam de recorrer ao pagamento de faturas que foram ocultadas de vários relatórios e contas…

Como diria “O polvo comeu o dono”, INVESTIGUE-SE!!!

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores