Quarta-feira, Julho 8, 2020

Benfica apresenta recurso sobre o jogo à porta fechada e diz houve “violação do direito de defesa”

O Benfica aponta o Estado, Federação Portuguesa de Futebol e Liga de Clubes como principais responsáveis do arremesso de objetos no jogo entre as águias e o Estoril, no Estádio António Coimbra da Mota, na época em 2017/18, que levaram a que o Conselho de Disciplina (CD) castigasse as águias com um jogo à porta fechada e ainda uma coima de 11.475 euros. No recurso da SAD encarnada, a que o jornal Record revela, o clube da Luz reivindica que “todos [os três organismos] têm falhado no combate à violência associada ao desporto […] e não têm logrado evitar a violação de disposições legais e elementares”.

Para elaborar a defesa à condenação para o Pleno do CD da FPF, que tem caráter suspensivo da pena, a águia esmiúça o acórdão condenatório para concluir que a “acusação deverá ser considerada nula com todas as consequências legais e regulamentares, bem como o acórdão que nela se baseou” – segundo as águias, houve “violação do direito de defesa” previsto nos regulamentos da Liga e também na Constituição, para além de que a acusação se baseia “em considerações e conjeturas puramente vagas, genéricas” e sem “factos concretos”. O Benfica explicita ainda que, sempre que foi condenado em processo sumário, algo que aconteceu relativamente a desacatos face aos embates ante Tondela (17/12/2017) e Portimonense (10/2/2018), além do já citado diante do Estoril, foi “na condição de visitante”.

[su_expand more_text=”VER MAIS” less_text=”ANTERIOR” text_color=”#000000″ link_color=”#ff0008″ link_style=”button” link_align=”center”]No caso particular da deslocação à Amoreira, os encarnados vincam que mesmo sendo a equipa forasteira, acabaram por “afixar cartazes a sensibilizar os seus adeptos para o não uso de quaisquer objetos proibidos”. Para além disso, vincam que os “arremessos não obrigaram à interrupção da partida nem causaram particular obstrução ao reinício da mesma”. Ainda que as recomendações não tenham sido acatadas, o recurso sustenta que foi “evidente que as forças de segurança não identificaram os infratores, não existindo, portanto, informação sobre a identidade dos autores dos arremessos, muito menos sobre a sua eventual filiação como associado” do emblema da Luz.

As águias sublinham ainda que os factos acima mencionados, a que se junta a cooperação pré-jogo através do Oficial de Ligação aos Adeptos e da sugestão da colocação dos adeptos afetos ao Benfica na bancada central ao invés de uma das laterais, foram “pura e simplesmente omitidos na fixação dos factos provados, dando azo à conclusão errada de que o Benfica não adota todas as medidas necessárias para prevenir um mau comportamento dos seus adeptos”.
[/su_expand]

Notícias

Vice-presidente do Flamengo fala do Benfica e de Jorge Jesus

O vice-presidente para o futebol do Flamengo, Marcos Braz, principal responsável pela contratação de Jorge Jesus, deu conta, em conversa com A BOLA, de...
- Advertisement -

Bonita capa do Record. Contribui e muito para a pacificação do futebol português

O Benfica neste momento está à procura de treinador e não de jogadores. Desde o verão passado que falam na possibilidade de Helton Leite...

ABola começa com Renato Paiva e termina com “Veríssimo não encontrou qualquer resistência”

As notícias da Abola têm sido algo caricatas quando se trata do Benfica. Ontem tivemos um post do Renato Paiva em que se referia...

Vídeo: SIC usa fake news para alimentar a crise do Benfica

Há hora que se escreve este artigo ainda não se sabe de nada quanto ao futuro de Bruno Lage. O Benfica está em crise...

OUTROS POSTS

Vice-presidente do Flamengo fala do Benfica e de Jorge Jesus

O vice-presidente para o futebol do Flamengo, Marcos Braz, principal responsável pela contratação de Jorge Jesus, deu conta, em conversa com A BOLA, de...

Supremo Tribunal Administrativo mantém a multa contra o FC Porto

O Supremo Tribunal Administrativo (STA) validou um recurso da Federação Portuguesa de Futebol e manteve a multa de 15 300 euros que o Conselho...

Derbi diante o Benfica vale mais de 7 mil euros de multa por comportamento de adeptos

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou esta terça-feira a aplicação de uma multa de 7650 euros ao Sporting,...

Benfica emite nota sobre o treinador

A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD informa que o treinador Nélson Veríssimo irá comandar a equipa de Futebol Profissional até ao final...