Benfica emite comunicado sobre mais uma mentira do Record

PUB

O jornal “Record” mente, uma vez mais, aos seus leitores desrespeitando, uma vez mais, o Sport Lisboa e Benfica.

Na sua edição online, a propósito dos Galardões Cosme Damião, escreve o jornal “Record” que Julian Weigl discutiu com Jorge Jesus, reportando-se ao dia do nascimento da sua filha, quando o jogador teve de se ausentar do estágio do Benfica para apoiar a sua mulher, perante o surgimento de complicações no decurso do parto.

Uma rotunda mentira, já que não houve qualquer divergência ou discussão, tal como foi devidamente, logo nesse dia, explicado por Jorge Jesus na conferência de imprensa após o jogo com o Portimonense.

PUB

Uma mentira que só o desrespeito pelo Sport Lisboa e Benfica e pelos seus adeptos pode justificar o jornal “Record” querer agora repisar.

Ao jornal “Record” e às sucessivas falsidades que tem propalado sobre o Sport Lisboa e Benfica aplica-se a máxima de que uma mentira repetida muitas vezes não se torna verdade.

Ademais, como se a mentira e a difamação não chegassem, o diretor do jornal “Record” procurou hoje ofender mais gente. Para além do Presidente do Benfica, que tem vindo a ser sistematicamente alvo de ataques soezes, a campanha foi alargada a todos os órgãos sociais com a insinuação de que o Clube “está entregue aos bichos”!

Há que saber dizer basta. Há os tribunais, onde se vai repor a honra e a dignidade atentadas, mas há, acima de tudo, a crença e a unidade que move os benfiquistas. Dentro e fora do campo saberemos enfrentar quem gostaria de nos destruir.