Jorge Jesus é um dos principais visados no livro Sem Filtros – As Histórias dos Bastidores da Minha Presidência. Bruno Carvalho chega mesmo a acusar o então técnico do Sporting de querer regressar ao Estádio da Luz, muito antes da saída de Alvalade.

«A verdade é que o Jorge Jesus nunca conseguiu ultrapassar a forma como saiu do Benfica. Não raras vezes falava comigo, comparando o Sporting ao seu anterior clube, dizendo que tudo era melhor de onde veio. Fosse a estrutura do futebol, da comunicação ou do marketing. E que o Benfica tinha assim. E que o Sporting também tinha de ter. Aliás, a certa altura, estava sempre a falar do Benfica nas conferências de imprensa. Fiquei farto de tantas referências ao rival, queria que falasse mais do Sporting», começou por explicar.

«E, pelos vistos, ainda quando era nosso técnico, começou a alimentar o sonho de regressar ao clube do qual tinha saído. Creio que esse sentimento justifica muito da sua alteração de comportamento durante a segunda temporada em que treinou o Sporting. Nem parecia a mesma pessoa», concluiu.