Calado rasga jornalistas e é interrompido

Advertisement

Jogadores como o Uribe, Octávio, Mbemba, Pepe ou Baró não tiveram 1% do palco quando escaparam a expulsões diretas ou por 2º amarelo. Otamendi, que teve 2 situações de amarelo em que não fez falta, foi ignorado por toda a imprensa que preferiu falar de um vermelho a uma jogadora do Benfica, sob forma de pressão. Falhou mas a choradeira continuou.

O comentador Calado parece que não vai ter vida fácil depois do que disse ontem quando foi chamado a comentar o caso Palhinha. Caso que não é caso nenhum porque caso é mesmo o de Pedro Gonçalves que insulta um árbitro e só apanha 1 jogo ou de um Taremi que agride um jogador e só apanha um jogo.

Mas o comentador não vai ter tarefa fácil que até foi interrompido por estar a dizer verdades.