Três derrotas e um empate nos últimos quatro jogos e liderança da Liga perdida (à condição) para o FC Porto. É neste contexto que o Benfica entra em campo, esta segunda-feira (19.30 horas), para defrontar o Gil Vicente, em Barcelos.

«Uma partida difícil», projeta Carlos Móia, presidente da Fundação Benfica, citado pelo site da Rádio Renascença.

«O Benfica tem vindo a atravessar um período menos bom, mas tudo isto são fases. Já vi outros clubes, Real Madrid, Juventus, assim», sustenta, frisando que «o Benfica, com a categoria dos jogadores que tem, com a sua capacidade diretiva e a nível de treinador, vai dar a volta, tem de dar a volta» a este ciclo negativo de resultados.

«É obrigatório que dê a volta e dará», afiança.