Carlos Rodrigues Lima: "Se me perguntarem, há lá algum indicio de pagamentos a árbitros? Não há vamos ser claros"

Advertisement

Este é o jornalista que anda a dar continuidade a um crime iniciado pelo FC Porto e pelo Porto Canal. No programa do fim de semana da CMTV, Carlos Rodrigues Lima, foi claro no que disse em relação ao caso dos e-mails, que Francisco J Marques garantiu ser um esquema de corrupção, numa primeira análise.

O nervoso jornalista foi ao programa, para comentar o chamado “polvo” e falar da informação que tem na sua posse, para que todas as semanas continue a fazer aquilo que o FC Porto e Porto Canal deixaram de fazer. No vídeo abaixo, o jornalista foi claro. Disse aquilo que realmente era importante e que ninguém tinha dito até ao momento. Que não há nenhum e-mail sobre pagamentos a árbitros. Não há nenhuma manipulação de resultados.

[su_expand more_text=”CONTINUAR A LER” height=”0″ hide_less=”yes” link_color=”#ff0100″ link_style=”button” link_align=”center” more_icon=”icon: arrow-down”]

Perante isto, porque é que continuam com esta campanha? Se não há indicios de corrupção, porque continuam? A resposta é simples: Querem fazer justiça na praça publica e à maneira deles comparando ao apito dourado. Só que o problema, é que no apito dourado, as escutas foram validadas e houve jogos viciados. Basta ler o relatório da judiciária.[/su_expand]