Continua a arte de manipular a seu belo prazer por parte do Record e dos seus amigos do FC Porto. O jornal oficial do Sporting que não só se calou relativamente à operação CashBall, como entrou em campanha para que os jogadores agredidos não rescindam contrato. Um jornal que promoveu tudo o que o presidente do Sporting disse e vez ao longo deste anos.

Pedro Marques Lopes, cartilheiro do FC Porto, disse não quer ver o seu clube se aproveite de um momento de fragilidade do Sporting e afirma-se contra um eventual assédio aos jogadores leoninos. “Este sócio do FC Porto acha que seria uma vergonha se o clube se aproveitasse da situação de fragilidade do Sporting. Nem que se oferecessem de borla, o FC Porto não deve receber um único jogador do grande clube de Alvalade”, escreveu o comentador político no Twitter.

Pois é, isto não foi citado por parte de nenhuma comunicação Social. O Chefe mandou dizer que não quer nenhum jogador do Sporting, clube que fez o que fez com Moutinho e Izmaylov.

Depois de anos e anos de ataque ao Benfica, espero que não exista remorsos no clube da luz caso exista a possibilidade de contratar jogadores ao rival. Chama-se a lei de mercado que noutros tempos foi feita contra o Benfica.