A presença do juiz desembargador e antigo candidato à presidência do Benfica, Rui Rangel, na cerimónia que assinalou os 15 anos do Estádio da Luz fez com que os cartilheiros do FC Porto usassem as “fake news” para acusar o Benfica.

Tudo porque o presidente do Benfica e o juiz Rui Rangel estariam impedidos de contactar no âmbito da operação Lex. No entanto, esta condicionante já não surte efeito. Para tristeza desses cartilheiros, o advogado do juiz desembargador, João Nabais, explica que “essa medida de coação foi levantada há cerca de duas semanas pelo Supremo Tribunal de Justiça”.

Depois de não conseguirem levar com a sua “fake news”, lá tiveram de editar o post porque os seus jornais queridos colocaram a verdade.