CD não retira amarelo a Weigl com árbitros a não admitirem o erro

Advertisement

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol rejeitou o recurso apresentado pelo Benfica para tentar despenalizar Julian Weigl, que viu o 5º amarelo em Moreira de Cónegos, e o médio alemão vai falhar o jogo com o Farense.

O Benfica tentou a anulação do cartão amarelo, mas sem sucesso. Foi ainda aplicada uma multa de 153 euros ao jogador encarnado por o árbitro e VAR terem sido incompetentes ao não marcar penalti.

No mapa de castigos publicado esta quarta-feira, o CD esclarece que o Benfica apresentou argumentações “acompanhadas de imagens-vídeo” alegando que “o jogador não simulou ter sido rasteirado, por ter existido contacto de um jogador adversário”. O CD diz ainda que “foram questionados todos os elementos da equipa de arbitragem sobre se tinham ou não percecionado o referido lance em toda a sua extensão, tendo todos eles respondido afirmativamente”.

Por não poder “sobrepor-se ao juízo técnico qualificado do árbitro” e depois de analisar todos os factos, nomeadamente a defesa e os esclarecimentos da equipa de arbitragem, o CD decidiu manter o cartão amarelo a Weigl.

Se fosse jogador do Sporting, teriam vindo pedir desculpas e assumir o erro. Como se trata do Benfica, não admitem o erro.