Conselho de Disciplina para equilibrar a abertura de processo a Rúben Dias, abre também ao jogo Estoril-FC Porto

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) instaurou um processo de inquérito ao Estoril-FC Porto, “tendo por base notícias relacionadas com denúncias de eventuais atos de corrupção”, segundo consta no comunicado publicado no site da FPF.

Embora o CD não especifique o encontro em questão, trata-se da partida da 18.ª jornada da Liga NOS que foi disputada em dois momentos, depois de inicialmente ter sido interrompida ao intervalo. Recorde-se que os dragões deram a volta na segunda parte, vencendo por 3-1, tendo nos dias seguintes sido feita uma denúncia anónima na Procuradoria-Geral da República por corrupção. A denúncia foi posteriormente encaminhada para o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP).

Recorde-se que, na sequência da denúncia anónima, os dois clubes negaram qualquer ato de corrupção e Francisco J. Marques, diretor de comunicação dos dragões, veio a terreiro explicar o teor dos 784 mil euros transferidos para os canarinhos uma semana antes da realização da 2.ª parte, garantindo que o propósito foi saldar dívidas relativas a transferências de jogadores, como Carlos Eduardo ou Licá.

O processo segue agora para a Comissão de Instrutores, mantendo-se em segredo até ao fim da instrução.

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores

Siga-me no Twitter