Hoje sai mais uma capa no Correio da Manhã que vai sair cara para os lados da Cofina. E dizemos isto porque não só é ridícula, absurda e falsa como tem uma única finalidade. Atacar o Benfica e defender quem divulgou os e-mails. Apesar de Paulo Gonçalves não fazer parte do clube neste momento, a notícia é tão ridicula que facilmente conseguimos mostrar factos contraditórios.

Na terra onde Paulo Gonçalves vive, todos sabem que o ex-assessor jurídico do Benfica é muito católico e todos os sábados às 11h e domingos às 11.30h vai a missa a Santarém sempre que pode. As mensagens que hoje o jornal da Cofina descreve com suspeitas, são conversas pessoais de Whatsapp, em que ele naturalmente refere que foi a Fátima à missa e outra que foi com um amigo que é o justin Kelly irlandês que é um dos seus melhores amigos (basta ver Facebook) que o visitou até porque o Paulo estava a passar uma fase difícil devido ao acidente do seu filho. Ligar estas mensagens de cariz pessoal à arbitragem é um ridículo sem paralelo e é um bom exemplo de como se pode especular sem qualquer tipo de verificação concreta. Bastaria questionar o próprio que facilmente explicaria.

Pode ver o artigo completo AQUI

Um jornal que cada vez tem menos tiragens, que escreve o que quer sem questionar nada nem ninguém só porque quer sangue, polémica e alarme social, não teve a coragem de verificar todas estas informações. A Tânia Laranjo e o Henrique Machado foram os responsáveis pela noticia. Só espero que tenham feito denuncia à carteira de jornalistas pela mentira que publicaram ontem e hoje. É cada vez mais vergonhoso ver esta gente dizer que é jornalista quando uma simples pesquisa mostrava que as mensagens PESSOAIS não tinham nada haver com árbitros ou com o discurso que o arguido Francisco J Marques andou a lançar.

Continuem porque muitos como eu deixaram de comprar ou a visitar o material do grupo cofina.