Daniel Oliveira arrasa Miguel Sousa Tavares nas declarações sobre Rui Pinto

Advertisement

Em declarações à TSF, Daniel Oliveira recordou o que disse Miguel Sousa Tavares há 7 anos atrás no caso das escutas do Apito dourado e o que disse agora em relação a Rui Pinto.

No outro lado da “clubite” também mora a “incongruência”, aponta o cronista. “Também é interessante ver Miguel Sousa Tavares, que, há sete anos, escreveu n’A Bola que quem aceita escutas sem controlo judicial defende o regresso ao regime político anterior e não pode defender o Estado de direito – estava evidentemente a falar do Apito Dourado -, agora defende que Rui Pinto deve ser condecorado e que até deveria ser ele a dirigir as investigações para material que nem acompanhamento policial teve na sua recolha.”

Estas “incongruências” a que assiste, de um e outro lado das trincheiras, “demonstram que a clubite é provavelmente a maior doença nacional”.