O Benfica tem sido nos últimos anos um dos clubes que mais jovens jogadores vê sair da sua formação e a ter sucesso internacional.

João Félix e Rúben Dias são os nomes que atualmente ‘animam’ os rumores de mercado, com vários clubes europeus a demonstrar interesse em contratar as jóias benfiquistas e com Luís Filipe Vieira a anunciar a intenção de subir o valor das cláusulas.

“É uma forma de proteger os nossos investimentos. No passado, já perdemos alguns talentos por valores muito baixos”, justifica Domingos Soares de Oliveira, CEO do Benfica, em entrevista ao ‘Tuttosport’.

“O momento de ouro da formação do Sporting coincidiu com um dos períodos mais complicados do Benfica. Mas nos últimos anos, a situação mudou por completo e a estabilidade e crescimento económico do clube ajuda a desenvolver este projeto. Atualmente todos falam do Félix, do Rúben Dias, do Florentino, mas nos últimos anos também lançámos jogadores como o João Cancelo, Renato Sanches, Nelson Semedo, Bernardo Silva…”, referiu o administrador executivo da SAD, sublinhando que o Benfica “investe 5 milhões de euros por ano na formação”.