Advertisement

Fazem crianças ver jogos sem t-shirt e ainda defendem treinadores nojentos

A melhor é ter o Rio Ave mais uma vez a colocar-se do lado do Famalicão

Advertisement

Por mais comunicados e parceiros que possam ter, nada apaga as mensagens nojentas

 

Técnico terá trocado mensagens íntimas com várias jovens entre os 18 e os 20 anos do plantel feminino do Rio Ave, uma situação negada pelo treinador, que acabou por sair do clube e está agora no Famalicão. Casos terão ocorrido na temporada 2020-21. Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol vai abrir um processo disciplinar.

O Famalicão já se colocou a defender o treinador e desta vez não andaram a exigir pedidos de desculpas a ninguém como foi o caso do miúdo que teve de ver o jogo do Benfica em tronco nu. Mas nada apaga as alegadas mensagens que estão a ser divulgadas nas redes sociais.

Também o Rio Ave, através do seu diretor de comunicação, tinha mandado umas bocas no caso da criança do Famalicão-Benfica, veio defender o treinador.

Comunicado:

«Tendo o Rio Ave Futebol Clube tido conhecimento da notícia hoje publicada na edição do jornal Público, cumpre esclarecer o seguinte:

O treinador Miguel Afonso orientou a equipa de futebol feminino sénior do Rio Ave FC na época 2020/2021;

No final dessa época desportiva, teve o Rio Ave FC conhecimento de alguns comentários circunstanciais relatados por atletas, relativamente a alegadas abordagens despropositadas do treinador. Confrontado com o assunto, o técnico negou tais situações e, a pedido das atletas, o assunto não teve seguimento;

Ao longo da temporada, que seja do nosso conhecimento, não foi realizada qualquer queixa formal e oficial de nenhuma atleta junto das autoridades;

Pese embora o rendimento positivo da equipa nessa época desportiva, entendeu o Rio Ave FC que a gestão de grupo e as metodologias não eram consensuais e adequadas, não estando reunidas as condições para a continuidade do técnico, pelo que encerrou aí a ligação com o mesmo.

Além disso, importa ainda sublinhar que o Rio Ave Futebol Clube sempre foi intransigente com determinados valores, dos quais não abdica, como a igualdade de géneros e de tratamento, respeito, cidadania e ética profissional e humana, não se revendo em nenhuma situação que alegadamente se enquadra no tema tratado pela notícia.

O Rio Ave Futebol Clube estará sempre completamente disponível e colaborante com os organismos competentes para o total e cabal apuramento da verdade.»

Parece que o Karma voltou a atacar.

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo