Elementos afetos ao FC Porto e Sporting tentaram sabotar o negócio da transferência de João Félix para o Atl. Madrid.

Já depois de revelado o Interesse no jovem jogador do Benfica, o departamento de futebol profissional do Atl. Madrid foi inundado de telefonemas a criticar o jogador e apontando muitos defeitos.

O objetivo era claro, fazer os colchoneros voltarem atrás e abortarem o negócio, que constituiu a quarta transferência mais cara de sempre do futebol mundial, com um custo de 127,2 milhões de euros (incluído o mecanismo de solidariedade de 1,2 milhões de euros a ser pago ao FC Porto).

Segundo apurou o Correto Sport, os dirigentes espanhóis fizeram chegar à Luz e a Luís Filipe Vieira o nome dos elementos que tentaram intervir na transferência de forma a impedir esta injeção de capital no Benfica. As razões desta atitude têm que ver com o facto de tanto o FC Porto como o Sporting terem negócios com o Alt. Madrid. Os dragões venderam recentemente o defesa central Felipe à equipa do argentino Diego Simeone. E perderam o Herrera a custo 0 para o mesmo clube. Já o Sporting negociou recentemente a saída de Gelson Martins e contratou Vietto. Apesar das tentativas, não conseguiram fazer os colchoneros recuarem no negócio.

CONTINUAR A LER