Advertisement

FC Porto fala em erro que não existe e esquece-se das linhas do fora de jogo

Advertisement

O FC Porto empatou nos Açores frente ao Santa Clara (1-1), ficando a 8 pontos do Benfica

 

A cartilha da newsletter Dragões Diário tentou arranjar um lance para poder dizer que foi prejudicado. Não tiveram Sérgio Conceição no banco devido a castigo, para demonstrar a sua revolta e ser expulso mais uma vez. Foi assim contra o Benfica e será sempre assim quando não ganha. A culpa é sempre dos outros menos deles. De notar que mais uma vez falharam a conferencia de imprensa devido a azia. A Liga deve gostar muito destas falta de respeito constantes para com as pessoas.

«Em vantagem por 1-0 durante 80 minutos, o FC Porto desperdiçou algumas oportunidades para aumentar a diferença e acabou por sofrer e sair dos Açores apenas com um ponto. Fábio Cardoso marcou para os campeões nacionais logo ao terceiro minuto, enquanto Boateng empatou para os açorianos a sete dos 90, na sequência de um canto que, na verdade, deveria ter sido um pontapé de baliza», escreveu o dragões diário.

Não há nenhum árbitro ou ex-árbitro que possa dizer com toda a certeza que a bola foi tocada pelo jogador do Santa Clara. A trajetória da bola só muda após o toque do Otávio. Ainda assim não é um lance claro, como o que aconteceu no Estoril, diante o Benfica, em que era lançamento para o Benfica.

O mesmo não podemos dizer das linhas que foram traçadas no golo do FC Porto e que ninguém fala. Um árbitro que copia nos testes estar no VAR e permitir que aquelas linhas definam o resultado do jogo demonstra o Conselho de Arbitragem. A Federação Portuguesa de Futebol bem como a Liga Portugal que paga pela arbitragem, deveriam vir explicar aquelas linhas.

Leia também: VAR aldaraba linhas para dar golo ao FC Porto – Vídeo

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo