Federação Portuguesa de Andebol reagiu em comunicado ao alegado esquema de corrupção montado pelo Sporting

A Federação Portuguesa de Andebol reagiu em comunicado à notícia do alegado esquema de corrupção montado pelo Sporting na passada temporada. A FPA esclarece que, face ao teor das informações vindas a público, irá denunciar o caso ao Ministério Público (que já confirmou estar a investigar o caso), além de fazer uma participação ao Conselho de Disciplina.

“Tendo tomado conhecimento de noticia que poderá configurar alegados ilícitos de natureza criminal, efetuará a Direção, no imediato, denuncia obrigatória ao Ministério Público nos termos e para os efeitos do Artigo 6º da Lei 50/2007, de 31 de Agosto, com as alterações introduzidas pela Lei 13/2017, de 02 de Maio. Tendo em vista o apuramento de eventuais responsabilidades de natureza disciplinar, por parte de agentes desportivos que exerçam funções no seio e âmbito da modalidade, a Direção efetuará participação, de imediato, ao Conselho de Disciplina da Federação”, surge escrito em comunicado.

“Os titulares dos órgãos e os colaboradores da Federação estão, e estarão, inteiramente disponíveis para colaborar com as entidades competentes, no sentido de apuramento de eventuais responsabilidades desportivas, civis ou criminais de agentes desportivos filiados na modalidade, nomeadamente aquelas que se consubstanciem em comportamentos anti-desportivos, contrários aos valores da verdade, lealdade, integridade e correção, suscetíveis de alterar fraudulentamente os resultados da competição”, acrescenta.

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores