Federação Portuguesa de Triatlo continua a prejudicar o SL Benfica

Advertisement

Já não é novidade nenhuma o anti-benfiquismo mostrado por quem gere o Lobby da federação portuguesa de Triatlo. Para além de prejudicar os atletas do Sport Lisboa e Benfica noutros anos, este ano o problema deveu-se à calanderização das provas onde o clube da luz nunca foi convocado para falar sobre o assim. Mesmo Vencendo 2 das 4 provas, o SL Benfica decidiu em forma de protesto não estar presente na entrega de prémios. Veja os comunicados do clube assim como de Ana Oliveira.

CAMPEONATO NACIONAL DE CLUBES DE CLUBES DE TRIATLO- Ausência à cerimónia de entrega de prémios

O Sport Lisboa e Benfica, tendo vencido, ontem, a 4ª e ultima etapa do nacional de clubes de Triatlo, decidiu não comparecer à cerimónia de entrega de prémios.
Fê-lo, conscientemente, e como forma de protesto para com o comportamento adoptado pela Federação, em razão da arrogância injustificada e do tratamento dispensado e nunca por desrespeito para com todos os clubes adversários e publico presente.

O SLB apresentou, exposição à FTP e solicitou reunião, logo que foi conhecido o calendário competitivo para 2015, (publicado após conhecimento do calendário internacional), demonstrando que o clube e o Campeonato Nacional, seriam gravemente prejudicados pela marcação de etapas coincidentes com o calendário internacional, em razão da ausência dos melhores atletas, facto que, seria prejudicial para a imagem e prestigio da principal prova do calendário nacional.
Tal sobreposição ocorria em todas as etapas do nacional. Só não veio a ocorrer, na última etapa, fruto do adiamento da data previamente estabelecida.

Note-se que a FTP marcou a 1ª etapa do nacional, quando 8 dias depois ocorria a 1ª etapa do mundial de triatlo em Abu Dhabi.
Marcou a 2ª e 3ª etapas, para o mesmo fim-de-semana, algo inédito na modalidade, quando 4 atletas do clube estiveram a representar a seleção nacional.
A 4ª etapa, estava inicialmente marcada para 3 Out., quando se realizava uma Taça do Mundo, havendo a probabilidade de estarem presentes 3 a 4 atletas do SLB. A etapa do nacional viria a ser adiada o que possibilitou que esses atletas participassem, neste sábado, na prova.

Foi perante estes factos que o SLBenfica, procurou sensibilizar a Federação para o facto de se vir a desvirtuar a verdade desportiva e os interesses da própria modalidade.
Fácil é constar que a participação do SLBenfica, é uma mais valia para a modalidade e para o espetáculo desportivo. A presença dos melhores atletas nacionais, independentemente do seu clube, só pode engrandecer e valorizar a modalidade e prestigiar o Campeonato Nacional de Clubes.

Após as exposições do SLB, a FTP veio a responder que “…o calendário…foi elaborado durante longos meses de trabalho no moldes idênticos a 2014, após algumas reuniões de auscultação de agentes interessado sem que os responsáveis do SLB não compareceram”.

Esta afirmação é rotundamente falsa e surreal e demonstrativa do “estado de espírito” da Federação. O SLB nem para o calendário de 2014, nem para o presente calendário, foi convocado para qualquer tipo de reunião com a natureza indicada. Não o foi nem de modo informal ou formal.

O SLBenfica, nunca quererá ser beneficiado. Tão só ser respeitado como qualquer clube. Nunca aceitou, não aceita nem nunca aceitará ser tratado de modo discriminatório pela federação, como tem ocorrido nos últimos 3 anos, sem que tenha originado qualquer tipo de problema.

Pedimos, naturalmente, desculpas públicas a todos os benfiquistas presentes, que nos acarinharam e apoiaram os atletas, durante toda a prova, assim como, ao público em geral, todos os clubes e todos os atletas adversários.

Não podemos deixar de felicitar publicamente “Os Águias” Clube de Alpiarça, na pessoa da sua presidente, Luisa Gargalo, que estimamos e admiramos, pela justa vitória alcançada no nacional de clubes de triatlo.

O Sport Lisboa e Benfica, em 2016 não deixará de estar presente na luta pela reconquista do título, contra todos os obstáculos naturais ou artificiais que nos queiram criar.

Comunicado de Ana Oliveira

Por incompatibilidade de calendário nacional e internacional (em ano de apuramento olímpico) O Triatlo SLB ficou “impedido” pela FTP de defender o Título Nacional conquistado em 2014. Apesar dos nossos esforços junto da FTP em (atempadamente) contrariar esta situação de modo a não prejudicar – também – os melhores triatletas Portugueses (João Pereira – João Silva e Miguel Arraiolos) não conseguimos até porque a (propositada) intenção já estava tomada desde o início pelos todos poderosos anti Benfica .
Participamos e vencemos as 2 das 4 etapas em que nos foi possível participar em defesa da seriedade do nosso trabalho, do respeito pelos atletas e treinadores assim como por respeito á modalidade e aos seus honestos promotores.
Resta me esperar mais um ano e o voto de que a nova gestão da FTP possa ser constituída por pessoas de boa fé, isentas, imparciais promotores desta maravilhosa modalidade e já agora … também os certos gestores dos dinheiros públicos que lhes são confiados.