Foi castigado por atacar a arbitragem mas o TAD suspendeu-lhe o castigo para voltar a atacar

Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, em jeito de provocação diz que não houve casos graves de arbitragem nas duas primeiras jornadas da Liga, nas quais se verificaram «erros normais, sem o chamado erro grave.» Se 2 penaltis a favor do Benfica e um contra o Sporting não são erros graves… Ou a maneira como o Sporting chega ao empate na Madeira. Ou o golo retirado ao Seferovic…

«Que assim continue. Acima de tudo, que não se repita o que se viu nas últimas jornadas da época passada, na Feira, em Braga e em Vila do Conde. Três jogos que atribuíram de forma irregular o título ao Benfica e que não podem repetir-se, para ninguém, de forma a que a Liga só seja discutida por treinadores e jogadores, além de fatores como a sorte, sem origem humana e maliciosa», afirmou, no Porto Canal.

Publicidade

«O que aconteceu não está esquecido. Aliás, é impossível esquecer o fartar vilanagem dessas últimas saídas do Benfica. Quando se tem ajudas divinas daquelas é muito fácil ganhar jogos. Vamos denunciar sempre que isso acontecer», frisou um dos directores de comunicação.

Director de Comunicação do FC Porto multado e suspenso.