Eis algumas notas de Gabriel Alves sobre os últimos dias de Bruno de Carvalho.

“No bunker de Alvalade, Adolf de Carvalho contempla as últimas opções. Rodeado de inimigos e acompanhado apenas por alguns indefectíveis a escolha avista-se macabra: cianeto, pistola ou reactivar o Facebook?

Kim Jong-Carvalho não se demite, exige lealdade absoluta perante ataques inimigos e anuncia purga interna e reeducação para todos. Mensagem de Bruno de Carvalho é clara: “Mãos sujas mas cuecas limpas. Por isso daqui não saio.”

Bruno de Carvalho em monólogo deambulante roçando vários alvos. Como um bêbado a conduzir um carro á procura de peões para atropelar. Grand Theft Auto: Carvalho City portanto.”