Há uma “guerra surda” entre o Benfica e a Cofina

Advertisement

Foi um final de tarde negro para o Grupo Cofina. Foi a dobrar porque o Benfica ganhou e a mentira não pegou. O inicio da noite ficou pior quando o diretor de um jornal do grupo se pegou com um adepto chamando-lhe “balde de esterco”.

Jorge Jesus foi arrasador quanto à notícia. Mesmo depois de ter dito que era mentira o jornal atreveu-se a escrever que o treinador do Benfica ainda tentou demover o jogador. Uma atitude que mais depressa vemos num chefe de redação daquele grupo, que num treinador de futebol. Rui Pedro Braz classifica de “guerra surda” e lembrou as mentiras que os jornais do grupo têm publicado e que o Benfica tem desmentido.

Não sei se o Benfica lhes tem movido processos mas eu vou ter de responder por ser o responsável pelas suas quebras de receitas. Uma batalha interessante, que não me cala e que me motiva todos os dias.