Imprensa “esconde” empresas que prestam serviço ao Benfica e não fazem abertura de jornais com a decisão da UEFA sobre os Vouchers

Há mais de um ano, havia dois diretores de comunicação a atacar a imprensa acusado o Benfica de a controlar. A primeira bandeira destes indivíduos era enganar a opinião pública dizendo que o Benfica mandava em todos os meios de comunicação social.

Hoje a mesma opinião publica consegue perceber que não passa de uma mentira pegada. Basta ver para onde vão ex-árbitros, jornalistas e que locais frequentam os responsáveis de jornais com 130 anos de história. Sentindo-se ameaçados a primeira coisa a fazer é “queimar” a pessoa que está a abrir a boca. Aconteceu comigo que mais tarde ou mais cedo receberam a carta para responder à calunia plantada. Está a acontecer com César Boaventura e também já aconteceu com António Costa, Mário Centeno e tantos outros.

Na imagem acima é mais uma prova de que o Benfica não controla nada e é um alvo constante por parte da imprensa. Vamos ser curtos e claros. Um dos jornais mete fotos de pessoas ligadas ao Benfica(Vieira e Soares de Oliveira) mas nenhum dos arguidos pertence ao Benfica. Há fotos do estádio da Luz mas não há nenhuma à porta das empresas constituídas arguidas. Falam no Benfica mas não é o clube que está constituído arguido. Só por aí se vê a credibilidade. Houve abertura de jornais e houve jornalistas que meteram a “pata na poça” sendo obrigados a recuar na opinião. Depois de tantos diretos junto ao Estádio, nenhum foi feito e só por aí se percebeu a gravidade do tema. Ora se passam meses e meses com diretos de horas e horas a promover a calunia, na terça-feira não houve um jornalista a acompanhar as buscas. Porque será?

Mas há mais. Nenhum jornal na TV fez a abertura com o Benfica a ser ilibado pela UEFA no caso dos Vouchers. Nenhum jornal teve a coragem de o fazer. Invés disso tentaram passar a mensagem de que o Benfica é supostamente o culpado de um desvio de 2 milhões de euros, quando nem arguido é. Mais, foram horas e horas a falar de vouchers, de jantares a árbitros etc etc etc. Foram feitas dezenas e dezenas de capas a acusar o Benfica neste caso. Depois da notícia da UEFA, apenas um quadrado num canto de uma capa. E ainda têm a coragem de retaliar dizendo que o processo ainda continua na justiça civil.

Quanto a estas buscas e à maneira como estão a ser noticiadas.

Primeiro parece que os jornalistas sabem tudo mas não sabem quem são as empresas e os arguidos. Tanga!!! Sabem e não publicam porque mata a mensagem inicial tal como aconteceu na peça da SIC. E o intuito aqui é aquecer a próxima assembleia geral do Benfica.

Depois há outros dois aspectos interessantes. A denuncia que tem um ano(engraçado que os e-mails apareceram nessa altura) fala em alegados pagamentos de serviços informáticos. Leva-nos a pensar que alguém quer saber se o Benfica comprou os e-mails do FC Porto e Sporting.

Outro aspecto interessante é o facto de irem à luz investigar quais as empresas que davam “serviços de consultoria informática”. Alegam um caso de fraude fiscal mas será que o objectivo não será descobrir quais as empresas que colaboram com o Benfica, quais os serviços que foram comprados, que actividades o Benfica está a fazer para se defender de ataques?

O Benfica foi violentamente atacado. Roubaram mais de 10 anos de e-mails juntando ao molho uns quantos falsos. E depois querem é saber se o Benfica se está a proteger de forma legal ou ilegal. Ainda nos vamos rir e bem deste assunto.

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores