Inicio IMPRENSA Investigação do Público perdeu-se nestes contratos

Investigação do Público perdeu-se nestes contratos

Hoje é o dia em que o Rui Moreira vai vencer as eleições do FC Porto(acham mesmo que o outro ainda é presidente?) e como tal tinha de haver uma cortina de fumo lançada pela ala radical da “Correira” do Norte.

Nenhum dos contratos que vai ver a seguir têm irregularidades até porque são validados pela Federação Portuguesa de Futebol. Ao sair esta notícia, o publico não está só a meter em causa o Benfica e o Desportivo das Aves como também coloca em causa o trabalho da Federação Portuguesa de Futebol. Era bom que a FPF viesse a público falar de todos os contratos e explicar a estes investigadores da ala radical que não há irregularidades.

Recorrendo ao grande trabalho do Benfica FM, que fez questão de expor a investigação do Paulo Curado, estes contratos foram difíceis de encontrar irregularidades.

Estes contratos escaparam à rede da ala radical da “Correia” do Norte. Mas não é só cá que existe clausulas de recompra e clausulas anti-rivais.

Sabe porque é que não se fala nestes contratos? Porque não é o Benfica. E não estou a dizer que exista irregularidades, agora são iguais ao que o Benfica pratica.

Isto é só mais uma tentativa de desgaste, tentativa de esconder o que realmente é preocupante e porque num dia importante que são as eleições do FC Porto ninguém fala da maneira como o clube está. Querem Rui Moreira à frente do clube com a tal lista de políticos de forma a que se garanta dinheiros dos contribuintes.