Jonas fica no Benfica. Saiba o que disse o jogador do Benfica.

Em quatro épocas com o Manto Sagrado vestido, Jonas apontou 122 golos. Já é o segundo melhor marcador estrangeiro de sempre do Benfica, mas o fim da sua história no Clube está ainda muito longe de ser uma realidade.

O Pistolas continua de águia ao peito, com “muita alegria” e uma vontade imensa de acrescentar capítulos feitos de golos, assistências e conquistas no Benfica, como confessa em entrevista exclusiva.

Nestas declarações, Jonas explica que a conversa que teve com Luís Filipe Vieira, que lhe falou como Presidente e ainda como um pai, amigo e adepto do Clube, foi “fundamental para permanecer” no Benfica.

Jonas, pelo muito que se tem falado nas últimas semanas, a pergunta que se impõe é: vai continuar no Benfica?

Sim! Ficarei no Benfica, com muita alegria como nos anos anteriores. Estou muito feliz por ter tomado esta decisão, e convicto de que foi a melhor decisão para mim, para todos os Benfiquistas, para o Clube e todo o staff. É isso neste momento.

O que o fez decidir ficar? Foi uma escolha difícil?

Muitas coisas fizeram com que eu pudesse permanecer aqui. Conversei muito com os meus familiares, conversei muito com as pessoas que estão no staff do Benfica. Todos me mostraram que o melhor caminho era esse: como eu estou feliz aqui, como os anos anteriores têm corrido muito bem para todos… A minha felicidade está aqui. Então decidi continuar feliz e permanecer neste Clube que eu amo tanto.

Esteve reunido com o Presidente? Que conversas teve? Foi importante também?

Foi muito importante. O Presidente, como figura principal deste Clube, conversou muito comigo, com os meus irmãos, com a minha família toda. Primeiro como Presidente, segundo como pai, terceiro como amigo, quarto como um sócio torcedor do Benfica. Deu-me muitas opiniões dele, escutei-o muito e disse-me que o melhor caminho era a minha permanência. Aquilo tocou-me muito, porque o Presidente tem essa relação próxima com os jogadores. E comigo nesse momento não foi diferente. Mostrou-me todo esse projeto e disse-me que não era hora de interromper. Foi isso que me tocou muito e por isso estou muito grato, desde a minha chegada e principalmente nesse momento em que se falava muito da minha permanência ou não, ele ajudou-me e foi fundamental para que eu pudesse permanecer aqui hoje.

Jonas

“A MINHA FELICIDADE ESTÁ AQUI”

E as conversas que teve com a família? Também pesou a vontade da família?

Sim, muito. Os meus pais gostam muito de Portugal, do Benfica nem se fala. Os meus irmãos, a minha mulher e a minha filha, todos estão adaptados. Todos gostam do País, principalmente do Clube e pesou muito. Hoje, os meus pais já estão com uma certa idade, a gente pensou em várias coisas, nomeadamente eles aproveitarem os últimos anos aqui. Os meus irmãos sempre tiveram a opinião de que a minha permanência aqui seria o melhor para mim. A minha mulher hoje está grávida, tenho uma filha de cinco anos. Aqui, tenho a casa toda arrumada, de quatro anos em que estou cá… Então, tudo isto pesou muito isso para que eu pudesse permanecer e confesso que não tenho dúvidas de que foi a melhor escolha.

Disse no passado, em entrevistas que deu, que queria acabar a carreira no Benfica. É isso que vai acontecer?

É isso que vai acontecer e com esta decisão estou mais convicto de que será dessa maneira… Isso tocou-me muito também, sabe? Nestes últimos dias, nestas últimas semanas, tudo aquilo que eu pensava em relação ao Benfica, tudo aquilo que eu pensava em terminar a minha carreira aqui, tudo o que eu vivi aqui e quero viver ainda mais fez com que eu pesasse muito isso. Que eu colocasse isso na balança e colocava para que o “ficar” aqui fosse o mais pesado. Eu quero terminar aqui, não será este ano, mas o projeto é esse mesmo e praticamente… Praticamente, não, vou terminar aqui a minha carreira!

Nessa reflexão que fez, também sentiu a vontade dos adeptos?

Sim, sim. Tenho só que agradecer pelas mensagens nas redes sociais, o carinho deles na rua também sempre a pedir para eu ficar. Então a gente pensa muito, a gente reflete muito sobre isso. Está a ser tão bonito esta história Jonas-Benfica e isso tocou-me muito também. Foram vários motivos e esse foi um dos que me fizeram tomar a decisão final de permanecer no Benfica.

Jonas

“AGRADEÇO TODO O CARINHO E AS MENSAGENS DOS ADEPTOS”

Não jogou os dois primeiros jogos oficiais que a equipa realizou. Como é que tem visto a performance do coletivo?

Muito bem. A pré-época já foi muito boa, de bons resultados, de boa dinâmica da equipa. Os jogadores entrando, já aos poucos adquirindo ritmo, já inseridos nesse projeto, nas ideias do treinador. Já começou na pré-época e agora esses dois jogos oficiais com duas vitórias, isso dá-nos um gás positivo para continuarmos nesse caminho de vitórias.

Preparado para chegar ao número de Óscar Cardozo, de melhor marcador estrangeiro da história do Benfica?

Eu não penso nisso nesse momento. Eu penso em fazer o meu melhor aqui, como sempre fiz nos últimos anos. Sempre quero estar na minha melhor forma, sempre quero ajudar, sempre quero fazer golos. Sempre a pensar em títulos para marcar ainda mais a nossa história no Clube. Isso eu deixo como secundário porque o principal agora são os objetivos da temporada, fazer muitos golos, ajudar e é isso que neste momento penso.

O que significa para si o Benfica?

O Benfica hoje, depois da minha família, é sem dúvida nenhuma a minha casa. A minha segunda casa, diria assim. A primeira é a minha casa com os meus familiares, a segunda é o Benfica, porque de todos clubes por onde eu passei – vou voltar a repetir tudo o que vocês já sabem –, nunca vivi o que estou a viver aqui. Então quero continuar a viver momentos maravilhosos aqui, momentos marcantes. É isso, estou muito feliz hoje, aliviado. Com uma sensação muito boa. Toda a minha família agradece ao Benfica e a todo o staff que nos deram muito apoio durante estes anos, principalmente neste momento agora para que eu pudesse permanecer aqui.

TAGS

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores