Jorge Jesus: “Estamos em condições de convencer grandes jogadores a virem para o Benfica”

Advertisement

Jorge Jesus:

Agradeço ao presidente por acreditar no meu trabalho. Acredito no projeto do presidente, acredito no presidente a 100 por cento e no projeto que ele tem para o Benfica. Falando de todos os benfiquistas, quero expressar: vim para ganahr, estou habituado a ganahr mas também para unir a naçao benfiquista. É muito importante como está na águia, um somos todos. Vim, como em 19 de junho, com a mesma vontade e convicção. Estou determinado em voltar a ganhar coisas importantes. Não vim para o Benfica reformar-me. Ofereceu-me 4 anos. Disse nao quero, quero 1 ano. Ele disse ‘nao, dois pelo menos’. Então disse pode ser. Vim ganhar menos que no Flamengo, vim porque acredito no projeto para dar ao prestígio internacional ao Benfica. Quando saí ganhámos tudo, vim agora com essa convicção. Não sou o salvador. Cheguei de um grande clube também. Agradeço o carinho que me deram. Para vir para o Benfica tinha de haver uma causa muito grande: voltar a ganhar, com todos os benfiquistas unidos.

“Se o Benfica não jogar o dobro, voltamos a não ganhar. Temos condições para fazer uma equipa muito grande. Com o elenco que teremos não vamos jogar o dobro, vamos jogar o triplo.”

“Ferrari? Foi um objetivo que coloquei com a qualidade desta equipa. Importante agora é falar do presente, passado é museu. Formação? Todos os clubes em Portugal têm de apostar na formação. As equipas portuguesas são vendedoras e têm de formar. Mas se vendermos os melhores portugueses, como teremos uma boa equipa? Não tens. Vamos voltar à política que teve comigo. Formação e procura de novos jogadores fora de Portugal, numa união de qualidade. Foi a ideia que nos levou a êxitos.”

“Porque saí do Brasil? Só um clube me podia tirar do Brasil. Gosto de desafios difíceis. Para sair de onde saí, onde me amavam, era preciso novo desafio e foi isso. Presidente foi ao Brasil convencer-me que este era o projeto certo para eu continuar.”

“Saí do paraíso? Agora vou tentar conquistar outro paraíso. Estamos convictos que temos capacidade para fazer um grupo e uma equipa muito forte. Não vim para o Benfica, como vi em jornais, fazer revolução. Vou mudar conceitos e ideias com os jogadores e estrutura que estão cá. Vou tentar que possamos fazer uma equipa muito forte para no fim do ano dizer ‘voltei ao paraíso’. Este novo ciclo, passados 10 anos, não sou o mesmo treinador quando saó. Acho que sou muito mais treinador do que quando saí do Benfica, com ideias mais valorizadas para o Benfica e para Portugal. Quem tem de ser o pioneiro e liderar a linguagem tem de ser o Benfica”

“Críticas dos adeptos? O que prometo? Só posso prometer aos adeptos é o meu trabalho e não estou a chegar como há 10 anos mas sim com muitos títulos que muitos ajudaram a ganhar. Hoje no Mundo sou conhecido. Agradeço a Benfica, Flamengo mas também pela minha capacidade de trabalho. Acredito que vou dar alegrias. No outro lado do Atlântico ninguém acreditava em mim e quando saí choraram. È o que vou tentar fazer agora.”

Novo treinador do Flamengo a ser apresentado agora. O que acha do substituto? “Percebo a pergunta… não tenho de dar conselhos, ele saberá o que fazer e os jogadores vão ajudar. Desejo-lhe as maiores felicidades.”

“Títulos europeus? “O grande primeiro objetivo será o campeonato. Depois recuperar o prestígio internacional. Benfica no meu tempo chegou a duas finais, que fizeram com que fosse mais conhecido por chegar lá. Esse é o caminho, um Benfica internacional a jogar na Europa à Benfica. Vamos tentar uma equipa muito forte. Queremos ganhar tudo, pois estou habituado a ganhar tudo. E queremos chegar a títulos internacionais e prometo confiança, compromisso, todos os adeptos unidos pela causa Benfica, não pela causa Jesus. Sou treinador de futebol, não sou de nenhuma equipa. Ponham isso na cabeça. Agora trabalho nas equipas com paixão e morro por elas.”

“O que mudou para voltar? “Não há dúvida que os projetos são assim, fazem-se e desfazem-se. Quem toma decisões, tem de saber o que quer. Futebol é assim.O novo ciclo do Benfica é com um projeto muito mais vencedor.”

Cavani e Flamengo? “Temos falado internamente em relação à equipa. Acreditamos que temos capacidade para entusiasmar os grandes jogadores para virem jogar no Benfica com objetivo bem definido. Não importa falar em nomes mas trabalhar para contratar. Sabemos os alvos que queremos e onde podemos chegar. Temos de estar conscientes dos jogadores que temos de contratar. Temos um leque de jogadores que vai continuar, que tem muito valor. E com outros vamos fazer uma grande equipa, vamos arrasar”