Jornal do FC Porto fala na compra do Chiquinho e “esquece” das negociatas Paulinho e Ewerton

O jornal afecto ao FC Porto tentou nova polémica contra o Benfica. Desta vez é médio que foi contratado pelas Benfica à Briosa e que seguiu para o Moreirense.

A notícia diz no título, que a saída de Chiquinho valeu mais 100 mil euros à Académica. Depois no corpo da notícia diz que o clube da Briosa tinham direito a uma percentagem numa futura transferência mas que “apesar do presidente e da administração do Benfica não serem obrigados a fazê-lo, acederam a pagar uma verba adicional superior a 100 mil euros”. Ou seja, criam polémica por o Benfica respeitar os seus compromissos para com os outros clubes.

Publicidade

A mesma justiça não é criticada quando, num espaço de meses, Portimonense e FC Porto fazem as negociatas dignas de serem investigadas. Um clube que não faz queixa à FIFA pelos 10 milhões que os azuis e brancos teriam de pagar, pelos 2 jogadores que vendeu e que prefere o seu regresso. Um clube que se queixa publicamente mas depois volta atrás nas afirmações que fez, chegando a colocar em risco a manutenção cedendo jogadores ao FC Porto em janeiro.

Publicidade

Do que esperam para investigarem? Não pagam e devolvem porque não servem para o clube. Coisa nunca antes vista no futebol. Mas pelos vistos é pior o Benfica cumprir com o que prometeu a um clube que está na segunda liga e não na primeira como é o caso do Portimonense.

Pub

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores