Depois de termos denunciado mais uma mentira do arguido e director de comunicação do FC Porto, Francisco J Marques, não tardou para um dos jornais rameiros, abrir as pernas e prestar-se ao ridículo.

O Record que teve uma queda nas vendas superior a 15%(VER AQUI), parece gostar de estar a perder e então sai em defesa do FC Porto. Diz aquele jornal…

“Rescindiu sim, como tem de acontecer quando um jogador é emprestado a outro clube. No caso do espanhol, cessou a sua ligação aos dragões para ser cedido ao Málaga, recebendo aí, da parte dos dragões, o valor correspondente à percentagem do seu salário que o FC Porto acordou pagar com o clube espanhol. Também como é normal, findo o empréstimo, o avançado retomou o seu contrato com o FC Porto”.

Rescisões nos contratos de empréstimo entre atleta e clube que empresta?. É mais uma novidade como as negociatas com o Portimonense com aquelas devoluções por não servirem para o treinador dos azuis e brancos.
Empréstimo não é rescisão. O jogador continua vinculado ao clube que empresta.

Esta é a segunda mentira de Francisco J Marques sobre o caso que está a ser (congelado) investigado pelas autoridades. Recorde-se que o arguido no processo dos e-mails também disse que esta divida teria de ser paga para que o clube pudesse conseguir a licença nas competições europeias. Ora esta divida era tão antiga que nem nos relatórios&contas constava. Além do mais, como conseguiram a inscrição no ano anterior quando supostamente tinha essa dívida?

Ultima hora: FC Porto acaba de mentir sobre o pagamentos ao Estoril e relatórios de contas comprovam

Que grande aldrabice. O crime organizado no seu melhor