José Eduardo Moniz: "Não me interessa o que os outros dizem de nós. É-me indiferente ouvir os outros a ladrar"

Advertisement

José Eduardo Moniz, vice-presidente e administrador da SAD do Benfica, disparou ontem contra FC Porto e Sporting, garantindo total união na Luz de forma a lutar pelo pentacampeonato, que assume ser um “objetivo primordial”. “Não me interessa o que os outros dizem de nós. É-me indiferente ouvir os outros a ladrar. A caravana passa e nós continuamos a trabalhar”, disparou, em declarações à margem das comemorações do 15.º aniversário da Casa do Benfica da Bairrada.

Gabriel Barbosa apontado em Espanha como alternativa a ex-Sporting
“Temos um rumo e uma força de vontade que ninguém consegue acompanhar. É indiferente que um grande dirigente do norte ou um pseudodirigente do sul ataquem o Benfica”, atirou, visando, ainda que sem nomear, os presidentes de FC Porto e Sporting, Pinto da Costa e Bruno de Carvalho, respetivamente.

[su_expand more_text=”CONTINUAR A LER” height=”0″ hide_less=”yes” link_color=”#ff0100″ link_style=”button” link_align=”center” more_icon=”icon: arrow-down”]Dirigente aponta o pentacampeonato como “objetivo primordial” e, mesmo após a saída sem pontos da Champions, quer ver o clube campeão europeu no futuro

Garantindo que o Benfica “não tem nada a esconder” e que “gosta de ganhar em campo”, Moniz reconheceu o momento mais atribulado. “Mesmo em mar sobressaltado, acreditamos sempre. Não vamos tapar o sol com a peneira”, assegurou, afirmando que “é preciso um clima de civismo no futebol”. “Temos assistido a situações absolutamente indecorosas”, disse, apontando, apesar da eliminação a zeros na Champions a novas conquistas na Europa: “Estivemos em duas finais europeias [em 2012/13 e 2013/14] e quero voltar a ver o Benfica campeão europeu.”
[/su_expand]